terça-feira, 6 de julho de 2021

Até agora, ninguém do Governo do Estado foi convocado”, diz deputado Wellington ao exigir presença de secretário para explicar aumento no preço de combustíveis

Durante a sessão plenária desta terça-feira (06), o deputado estadual Wellington do Curso utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para se posicionar sobre a CPI dos Combustíveis. O posicionamento teve por objetivo cobrar a aprovação de requerimento, apresentado pelo parlamentar, em que é feita a convocação do secretário de Fazenda para prestar esclarecimentos.

Ao justificar a necessidade de aprovação do requerimento, o deputado Wellington afirmou que a CPI deve ser imparcial e, para tanto, é essencial que também apure a responsabilidade do Governo do Estado.

“Utilizei a tribuna da Assembleia Legislativa para ressaltar a necessidade de aprovação do requerimento que convoca o secretário de Fazenda para prestar alguns esclarecimentos. Até agora, ninguém do Governo do Estado foi convocado. A CPI deve ser imparcial, embora todos os deputados sejam da base de Flávio Dino, exceto eu. A Comissão tem o dever de apurar, também, a responsabilidade do Governo do Estado na alta dos preços. Atualmente, temos a quarta maior alíquota do ICMS no país. É muito fácil atrelar a culpa aos donos de postos e ignorar que o governador Flávio Dino tem sua parcela de culpa. Por isso, é imprescindível que o  secretário de Fazenda também seja convocado para esclarecer alguns pontos. Como deputado estadual, sigo firme na fiscalização para que os trabalhos aqui desenvolvidos sejam imparciais. O meu objetivo é um só: reduzir o preço dos combustíveis no Maranhão”, disse o deputado Wellington.

Nenhum comentário:

Postar um comentário