quinta-feira, 6 de maio de 2021

“Tratamos de política e sobre a construção de um projeto majoritário”, afirma Weverton sobre encontro com Lula

O senador Weverton Rocha (PDT), pré-candidato ao Governo do Maranhão, revelou nesta noite, durante entrevista concedida ao Programa Ponto Continuando, da Rádio Educadora AM 560, apresentado pelos jornalistas Clodoaldo Corrêa, Glaucio Ericeira e Rogério Silva, mais detalhes sobre o encontro que teve com o ex-presidente Luiz Inácio Lula Silva (PT), ocorrido ontem em Brasília.

“Conversamos sobre política. Nós somos de campos políticos que têm afinidade. Sempre tive relação pública com o PT, com o presidente Lula e com a presidente Dilma. Sempre defendi este nosso campo progressista e nossa afinidade foi construída ao longo do tempo. Tanto que a bancada do PT no Senado fez questão de participar [da reunião] e também está fazendo questão de ajudar na condução deste debate por que sabe que eu sempre fui um aliado leal”, afirmou o pedetista, deixando claro que a construção de um projeto majoritário para o Maranhão, em 2022, também foi pauta do encontro com Lula.

O senador desmontou fake news plantado em alguns veículos de imprensa sugerindo que Ciro Gomes, pré-candidato do PDT a Presidência da República, teria ficado insatisfeito com a conversa entre ele e o ex-presidente.

“Antes do encontro com o presidente Lula, liguei para o Ciro e para o Lupi, presidente nacional do PDT, e conversei abertamente. Conversei com o Lupi e com o deputado André Figueiredo, líder do partido na Câmara, em minha casa durante um almoço. Portanto, essa informação plantada é de quem sempre errou os prognósticos. PT e PDT tem relação histórica. Além disso, o Ciro, que é um gestor exemplar e testado, tem o direito de ter o posicionamento dele”, disse.

Weverton lembrou que, em 2018, o grupo político do qual ele faz parte ofereceu palanque para dois candidatos à Presidência, quais sejam Fernando Haddad (PT) e o próprio Ciro.

“O presidente Lula, ontem, também colocou muito claro: ele não vê problema nenhum em ir para o palanque aonde o meu partido esteja com Ciro Gomes. Para ele isso é tranquilo, está superado e quem estiver torcendo e achando que isso é impeditivo vai se frustrar com certeza””.

O senador afirmou que mantém excelente relação com o petismo maranhense, cenário que irá se fortalecer cada vez mais, se depender dele.

Sobre as articulações à nível nacional, tendo a pré-candidatura de Lula como foco projeto principal, Weverton disse que é consenso entre os partidos que não gravitam na órbita do governo Bolsonaro o sentimento de união para derrotar o capitão reformado do Exército e fazer com que o Brasil volte a ter uma agenda positiva de desenvolvimento.

O parlamentar também disse ser favorável a uma parceria institucional entre Governo do Estado e Prefeitura que beneficie a capital São Luís e o seu povo.

Por Gláucio Ericeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário