quinta-feira, 13 de maio de 2021

Deputado Wellington solicita que responsabilidade do Governo do Estado no aumento do preços dos combustíveis seja apurada por CPI

Deputado Wellington solicita que responsabilidade do Governo do Estado no aumento do preços dos combustíveis seja apurada por CPI


Diante de mais um aumento no preço médio de referência dos combustíveis aplicado pelo governo do estado, por meio da SEFAZ, o deputado estadual Wellington do Curso solicitou, durante reunião extraordinária da CPI dos Combustíveis que ocorreu na última quarta-feira (12), que a responsabilidade do Governo do Estado do Maranhão no aumento dos preços dos combustíveis também seja apurada pela CPI. A solicitação do parlamentar tem sido recorrente e foi reforçada após a aprovação de requerimento em que se formaliza convite a algumas autoridades para prestar esclarecimentos, momento em que o deputado Wellington solicitou a presença do Secretário de Fazenda do Estado.


De acordo com o deputado Wellington, é essencial que a CPI seja imparcial e que, para isso, é necessário que a responsabilidade do Governo do Estado também seja apurada.

“Teremos mais um aumento no preço médio de referência dos combustíveis. Diante disso, mais uma vez, solicitei que a CPI dos Combustíveis também apure a responsabilidade do Governo do Estado na alta dos preços. Fiz isso porque, atualmente, temos a quarta maior alíquota do ICMS no país. É muito fácil atrelar a culpa aos donos de postos e ignorar que o governador Flávio Dino tem sua parcela de culpa. Por isso, propus que o Secretário de Fazenda também fosse convidado a participar da próxima reunião para esclarecer alguns pontos. Como deputado estadual, sigo firme na fiscalização para que os trabalhos aqui desenvolvidos sej imparciais. O meu objetivo é um só: reduzir o preço dos combustíveis no Maranhão”, disse o deputado Wellington.

Ainda como requerimento, o deputado Wellington apresentou a solicitação para que o Governo do Estado explique quais fatores implicam no aumento do preço médio ponderado dos combustíveis no Maranhão. O requerimento já foi aprovado, e a CPI aguarda as informações para serem analisadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário