terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

TCU aprova primeira etapa da privatização da Eletrobras

Os ministros analisaram valores que a estatal deverá pagar à União pela renovação dos contratos das 22 usinas hidrelétricas da empresa

Por seis votos a um, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou a primeira etapa da privatização da Eletrobras. 

Os ministros analisaram os valores envolvidos na operação, como o bônus de outorga que a Eletrobras privatizada deverá pagar à União pela renovação dos contratos das 22 usinas hidrelétricas da empresa.

Na segunda etapa, prevista para março, os ministros irão analisar o modelo de venda proposto pela União.

Prevaleceu voto do relator, Aroldo Cedraz, que já tinha sido proferido em dezembro favorável à continuidade do processo de privatização, e que foi seguido pelos ministros Raimundo CarreiroBenjamin ZymlerWalton Alencar RodriguesAugusto Nardes e Jorge Oliveira.

Vital do Rêgo ficou vencido ao apresentar relatório e dizer que o governo se equivocou com valores da desestatização. Para o ministro, o valor da outorga da Eletrobras estaria subestimada em R$ 63 bilhões e deveria ser, no total, R$ 130 bilhões.

Fonte: O Antagonista

Nenhum comentário:

Postar um comentário