terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

Facebook fecha acordo de US$ 90 milhões para encerrar processo sobre privacidade

Empresa nega irregularidades, mas aceitou proposta para evitar os custos e riscos de um julgamento, de acordo com documentos

O Facebook concordou em pagar US$ 90 milhões para encerrar um processo de privacidade de uma década que o acusa de rastrear a atividade de usuários mesmo após eles se desconectaram da rede social.

Uma proposta de acordo preliminar foi apresentada nessa segunda (14) no Tribunal Distrital dos Estados Unidos em San Jose, na Califórnia. Ainda é necessária a aprovação de um juiz. O acordo também exige que o Facebook exclua dados coletados indevidamente.

Usuários acusaram a rede social de violar as leis federais e estaduais de privacidade e escutas telefônicas usando plug-ins para armazenar cookies que rastreavam quando visitavam sites externos contendo botões de “curtir” do Facebook. Eles alegam que a unidade da Meta Platforms teria compilado históricos de navegação dos usuários em perfis e vendido a anunciantes.

O caso foi arquivado em junho de 2017, mas foi reaberto em abril de 2020 por um tribunal federal de apelações, que disse que os usuários poderiam tentar provar que a empresa com sede em Menlo Park, Califórnia, lucrou injustamente e violou sua privacidade. A empresa negou irregularidades, mas fez um acordo para evitar os custos e riscos de um julgamento, de acordo com documentos.

Fonte: O Antagonista

Nenhum comentário:

Postar um comentário