sábado, 25 de setembro de 2021

Alô Procon! Pacientes e acompanhantes denunciam descaso no hospital São Domingos

A suspensão de medicação e o repetitivo barulho na reforma de ampliação estão entre as muitas denúncias


Na atualidade, as redes sociais têm sido uma importante ferramenta usada pelo cidadão, na qualidade de consumidor, para denunciar às autoridades competentes lesões à direitos assegurados por lei. Ao longo da semana, familiares usaram a internet, entre eles, o advogado Tufi Maluf Saad, marido da paciente Ana Lúcia Sousa Saad, para tornar público o descaso dentro do São Domingos, um dos de maiores hospitais privados do Maranhão.

O causídico postou vários vídeos no Facebook evidenciando os infortúnios dentro da unidade de saúde. O casal estava até quarta-feira(23), no apartamento 340, mas a paciente foi transferida para o 444 após reclamar do barulho durante a madrugada, provocado pela reforma de ampliação, último dos muitos dessabores ali registrados.

“Estamos aqui prestes a um colapso nervoso. Minha esposa só chora. Além da tentativa de suspensão de uma medicação prescrita para duas vezes ao dia, desde que internou, a péssima qualidade da comida, pois frango foi servido na grande maioria dos mais de 30 dias que aqui estamos, o derradeiro dos muitos problemas foi exatamente provocado pela zoada oriunda da reforma de ampliação que acordou todos os pacientes do mesmo corredor onde estávamos. Isso é de uma irresponsabilidade e falta de sensibilidade absurda. Acredito que o correto seria isolar a área. Aqui somos seres humanos que estamos pagando caro e não animais”, disse Tufi.


NEGOCIAÇÃO

Fundado em 1989 pelo médico Hélio Mendes da Silva e a assistente social Maria Antônia da Silva, em
março de 2021, em uma negociação intermediada pela XP, a rede de laboratórios de análises clínicas Dasa, maior em medicina diagnóstica da América Latina e a quarta do mundo, comprou o São Domingos, referência em São Luís (MA), por cerca de R$ 2 bilhões.

Na época, segundo a diretoria do hospital, a fusão com a Dasa teve como objetivo potencializar o que o Grupo São Domingos “tinha de melhor”, os avanços em qualidade, segurança, inovação e tecnologia; além de poder dar velocidade a seus investimentos, sobretudo no que se refere à expansão. Caso queira, a palavra fica franqueada a unidade de saúde para que se pronuncie sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário