quarta-feira, 7 de julho de 2021

O senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS) fez duras críticas à Flávio Dino por se apropriar de vacinação realizada pelo Governo Federal


Em entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, nesta quarta-feira (7), o senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS) fez duras críticas ao oportunismo do governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo o político gaúcho, Dino se aproveita da comunicação ineficiente da equipe do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para se apropriar da vacinação contra a Covid-19, promovida pelo Governo Federal.

Heinze citou como exemplo da astúcia do governador maranhense o tal “Arraial da Vacinação”, espécie de mutirão destinado à imunização da população em diversos municípios. Para o senador, trata-se de uma artimanha de Flávio Dino para fazer o povo crer que é ele o responsável pela distribuição das doses.

Luiz Carlos Heinze não hesitou em culpar a estratégia de divulgação equivocada adotada por Bolsonaro e seus auxiliares da área de comunicação pela apropriação indevida da vacinação no Maranhão. Disse ainda que até informações elementares, como o número de doses compradas são repassadas ao público de forma inadequada e sem a devida ênfase.

O senador apontou erros na elaboração da mensagem sobre a vacinação cometidos pelo Palácio do Planalto, citando, inclusive, a forma truculenta como o próprio presidente se expressa entre as causas do falso protagonismo de Flávio Dino e outros governadores em um feito cujo mérito é exclusivo da administração federal.

Heinze disse acreditar na reformulação do atual modelo de comunicação praticado pelo governo Bolsonaro, o que para ele é fundamental para que o presidente restaure sua imagem, gravemente arranhada neste momento, graças à esperteza dos adversários.

Por Daniel Matos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário