domingo, 15 de novembro de 2020

Irresponsabilidade da Prefeitura de São Luís ocasiona protestos por asfalto

A Prefeitura não providenciou as Certidões Negativas de débitos com a Receita Federal e devido a essa grande e irresponsável falha da Prefeitura de São Luis, a Caixa Econômica Federal bloqueou os pagamentos às empresas que fazem os serviços de drenagem profunda e asfaltamento em diversos bairros de São Luís, gerando dívidas de mais de 40 milhões reais com as mesmas que, sem opção, não tem mais como continuar as obras, o que vem causando transtornos à população, pois nem mesmo os seus carros podem ser colocados em suas garagens"!

Protesto realizado ontem pela população do bairro Santa Bárbara.

As obras paradas e inacabadas em vários locais, principalmente de drenagem e asfalto, além dos transtornos já causados para a população como: muita poeira, materiais amontoados nas ruas, pessoas que não conseguem colocar seus carros na garagem, entre outros, ainda temem pelo período chuvoso que se aproxima, e o que poderia ser um "sonho de asfalto", ainda que o "asfalto Sonrisal", vai virar um verdadeiro pesadelo para esses moradores, pois o que se espera é que se transforme em um verdadeiro lamaçal e caos.

Temos como exemplo as obras no bairro Santa Bárbara, pois a população está indignada, a ponto de terem organizado um protesto ontem (13), e prometem fazer mais um protesto amanhã (15), ou seja, no dia das Eleições Municipais 2020, no intuíto de travar a passagem de pessoas para o local como forma de manifestação.

Pavimentação inacabada no bairro Santa Bárbara

A população está decepcionada com a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior! O blog procurou a prefeitura, porém a acessoria de comunicação não se manifestou, muito menos a SEMOSP, na pessoa de Antônio Araújo, que é o secretário da pasta, nem ao menos para prestarem esclarecimentos sobre quando e como pretendem resolver essa situação, mas o que tudo indica é que vão empurrar isso tudo para o próximo prefeito, visto que o mandato do atual está chegando ao fim, e a população que os elege é que acaba arcando com prejuízos e transtornos como esses, sem saber nem ao menos a previsão de quando será solucionado esse impasse. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário