sexta-feira, 31 de julho de 2020

Os vices

Ponto de interrogação (?): Significado, origem, outro ...
Após já estarem praticamente fechadas as alianças para as eleições municipais em São Luís, os debates se voltam para a composição da chapa majoritária. As especulações sobre nomes de vices vão pautar o debate da disputa eleitoral até próximo às convenções partidárias, que terão início no fim de agosto.
Um dos postos de vice mais disputados é ao lado de Neto Evangelista. O democrata já indicava que teria um membro do PDT como companheiro de chapa. No entanto, a decisão nacional do PSL de compor com ele tirou a certeza dos pedetistas. Segundo o presidente estadual do DEM, Juscelino Filho, a decisão sobre a composição da chapa virá um pouco antes das convenções.
O democrata, claro, ainda aguarda fechar as conversas com o MDB, que pode também entrar na briga pela vaga.
Já o pré-candidato Rubens Júnior (PCdoB) já tem como certo o nome do PT para sua chapa. Entre os petistas, o postulante a vice mais forte é o vereador Honorato Fernandes. O PP, de André Fufuca, até tentou ensaiar uma pressão para ter o espaço, mas não avançou nas conversas.
O Podemos, de Eduardo Braide, pode deixar os partidos de lado e buscar um nome de dentro da Assembleia de Deus. O espaço, que já foi buscado pelo PSDB, PSL e PL, é tratado como segredo por Braide.
Duarte Júnior (Republicanos), que já havia dado o espaço para o PSL, mas perdeu o partido, sem muita possibilidade de aliança partidária, deve buscar lideranças de destaque em comunidades ou igrejas para compor a chapa majoritária.
Ainda não! – Entre os partidos que vão sentar para definir o nome do vice do pré-candidato a prefeito de São Luís Neto Evangelista, está o PTB.
O partido já estava sendo visto como um aliado certo. No entanto, à coluna, Juscelino Filho disse que ainda aguarda posição do partido.
Oficial somente será quando o deputado Pedro Lucas Fernandes anunciar o apoio a Evangelista.
Estado Maior

Nenhum comentário:

Postar um comentário