quarta-feira, 24 de junho de 2020

Em razão de DETURPAÇÃO POLÍTICA, Sarney, Temer e Toffoli desistem de participar de manifestação virtual

Ex-presidentes acreditam que manifestação pela democracia ganhou tons políticos contra Bolsonaro


Os ex-presidentes Michel Temer e José Sarney desistiram de participar do comício virtual que está sendo organizado pelo movimento Direitos Já.
O presidente do STF, Dias Toffoli, também anunciado pelos organizadores, não participará.
Temer já tinha enviado um vídeo de dois minutos em defesa da democracia e falando sobre o atual momento político brasileiro.
Ele disse a interlocutores, porém, que percebeu que a intenção do grupo, além de defender a democracia, é se colocar de forma contrária ao presidente Jair Bolsonaro. Pediu, então, que sua gravação fosse retirada. E que sua presença não fosse mais anunciada.
Temer acredita no modelo norte-americano, em que ex-presidentes evitam criticar seus sucessores, pelo peso do cargo que já exerceram.
Sarney fez o mesmo. “Sempre fui a favor da democracia, nunca deixei de ser, e manifesto isso através de atos com posição muito clara e decisiva. Mas tenho por norma, na minha idade não quero me meter mais em nenhuma ação partidária”, disse ele à coluna.
“Nunca critiquei nem meus sucessores. Nem meus antecessores”, completa.
A manifestação virtual contará com a presença de personalidades como Fernando Haddad, Guilherme Boulos, Luciano Huck e Fernando Henrique Cardoso.​
Mônica Bergamo

Nenhum comentário:

Postar um comentário