sábado, 7 de março de 2020

Prefeitura de São Luís reforça atendimento ofertado à população com abertura de unidades de saúde aos sábados pela manhã

Desde sábado (7), 12 postos de saúde da Prefeitura de São Luís passaram a funcionar com horário estendido, sendo aos sábados de 7h ao meio-dia. A medida, que vale ainda para os dias úteis, com horário estendido de segunda a sexta-feira das 7h às 18h, é permanente e, gradativamente se estenderá para outros postos da rede municipal. A ação tem com base o programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde, que permite o acesso de mais pessoas a procedimentos de rotina, como exames e consultas, a partir da flexibilização do horário de atendimento. Profissionais como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e membros dos setores administrativos estarão mobilizados. A ação reforça a política de saúde da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. 
Atualmente estão com atendimento estendido o Centro de Saúde Clodomir Pinheiro Costa (no Anjo da Guarda), Centro de Saúde São Raimundo, Unidade de Saúde da Família do São Francisco, Centro de Saúde Cohab Anil, Unidade Básica de Saúde Cintra (Anil), Centro de Saúde Santa Bárbara, Centro de Saúde Turu, Centro de Saúde Vila Nova, Centro de Saúde Fabiciana Moraes (Habitar Nice Lobão), Centro de Saúde Genésio Ramos Filho (Cohab), Centro de Saúde Dr. Antônio Carlos Sousa Reis (Cidade Olímpica I) e Centro de Saúde Vila Bacanga (em breve).
A partir de abril, outras unidades serão incorporadas.  A meta da direção da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) é ofertar toda a rede de atendimento para a população. “São Luís será uma das capitais que se tornará referência no atendimento básico. O poder público na gestão do prefeito Edivaldo, disponibiliza um serviço diferenciado e de qualidade ao usuário ou usuária que, porventura, não tenha tempo de ser atendido ou atendida durante a semana”, disse o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho.
O gestor enfatiza ainda que, com a ampliação do horário de atendimento, a população poderá efetuar – além de consultas e exames – o recolhimento de materiais para análise laboratorial, a aplicação de vacinas, curativos e de serviços odontológicos. Com isso, a Semus contemplará o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) pela sua principal porta de entrada. Além destas metas, a Semus, em parceria com entes estaduais e federais, visa descentralizar os serviços de urgência e emergência nos fins de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário