quinta-feira, 5 de março de 2020

CORONAVÍRUS: Confirmado quarto caso no Brasil


Após uma reunião com especialistas em Brasília na manhã desta quinta-feira (5/3), o Ministério da Saúde se corrigiu e confirmou o quarto caso do novo coronavírus no Brasil. O caso é de uma menina de 13 anos, que esteve na Itália, mas ainda não apresentou sintomas da doença. A contraprova do exame feito inicialmente em um laboratório particular confirmou o novo vírus. 

Mais cedo, o ministério informou em nota que o caso não preenchia a definição de caso para o Covid-19 e não seria contabilizado como confirmado. Segundo a nota, a situação seria "atípica" e deveria ser estudada pelas secretarias estadual e municipal de Saúde de São Paulo. No entanto, após uma reunião feita em Brasília, a pasta voltou atrás e declarou o caso como confirmado. 

"Quatro elementos levaram a definição do caso como confirmado: pelo resultado do exame, pelo local provável de infecção (Itália), pela possibilidade da medicação após tratamento de uma lesão ter mascarado os sintomas e pela possibilidade de ainda ter sintomas nos próximos dias", diz a nova declaração da pasta.  

O último caso confirmado, que teve a contraprova feita pelo Instituto Adolfo Lutz, é de uma jovem de 13 anos, que esteve na Itália. A estudante ficou internada em um hospital nas Montanhas Dolomitas, nos Alpes Italianos, por causa de uma artroscopia no joelho. Segundo o ministério, ela retornou ao Brasil no último domingo (1/3) ainda assintomática, mas procurou um hospital para fazer o teste do novo coronavírus. 

“Ela fez uma coleta totalmente fora da curva e dos padrões de saúde pública. Pelo fato de ter vindo de fora e passado por um hospital, imagino que isso motivou a realização desse exame. Não vamos fazer exames em todos, como uma loteria, para saber se alguém tem o vírus”, afirmou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quarta (4/3) em coletiva. A paciente continua assintomática, mas está isolada em casa por recomendação. 

Até o momento, o Brasil possui quatro casos confirmados, 531 suspeitos e 315 descartados. Todos os confirmados moram no estado de São Paulo e viajaram para fora do país. Dessa forma, o Ministério considera os casos como importados e confirma que ainda não há evidências de uma possível circulação sustentada do vírus no Brasil

Ainda nesta quinta-feira (5/3), o Ministério da Saúde realiza coletiva para atualizar os dados do novo coronavírus no Brasil.

PorMaria Eduarda Cardim

Nenhum comentário:

Postar um comentário