sábado, 7 de dezembro de 2019

UFMA terá uma subestação de energia

SÃO LUÍS – A UFMA terá uma subestação de energia na Cidade Universitária Dom Delgado, o que contribuirá com significativa diminuição dos custos de energia elétrica da Universidade. O projeto foi apresentado hoje em reunião realizada na manhã desta sexta-feira, 6, entre o superintendente de Infraestrutura da UFMA (Sinfra), Wener Santos, e equipe da Equatorial Energia.
“Sobre a subestação, já temos o local definido. Agora vamos fazer o levantamento, para realizarmos o pedido, e, quando for aprovado, fechamos o orçamento, vamos em busca do recurso para que a estrutura comece a funcionar já. Aqui a parceria é contínua, todo mês vimos para cá, vemos o que podem fazer para nos auxiliar. Nós podemos ofertar tecnologia e alunos [em estágio], e eles podem nos dar acesso às pesquisas em desenvolvimento, treinamentos, entre outros”, explicou o superintendente.
Na ocasião, Wener também detalhou as pesquisas e tecnologias que a UFMA pode ofertar na parceria. “São muitas tecnologias que podemos oferecer, de atendimento ao sistema de recebimento de contas de energia on-line, programação de softwares, melhorias de transformadores, entre outros. Temos um projeto meu, do professor Shigeaki e do professor Clóvis aqui dentro, de captação de gases e ruídos, defeitos dentro dos transformadores. A parceira já está formatada, só estamos pegando a Universidade e levando para as indústrias, assim como trazendo o setor privado e para dentro da Universidade”, acrescentou.
Luís Henrique Vasconcelos, engenheiro elétrico da Sinfra UFMA, mencionou que a questão de prioridade do projeto de gestão energética é a implantação da subestação. “A demanda mais urgente é a subestação, pois nosso consumo de energia está muito elevado e pagamos uma conta alta. A Aneel estabelece demanda máxima que se pode ter na unidade consumidora, mas estamos acima dela, então, com a subestação, vamos poder aumentar nossa demanda contratada e não pagar mais por demanda de ultrapassagem, que tem uma taxa duas vezes maior, por isso pagamos muito mais caro”, detalhou.
O executivo coorporativo em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Equatorial, Júlio Mendes, elogiou a formação dos estudantes da Universidade: “A gente tem uma parceria com a UFMA de longas datas, desde que a gente iniciou esse processo de pegar recursos regulados e aplicarmos em pesquisa e desenvolvimento, com projetos, implantação de laboratórios, e isso serviu também para a captação de mão de obra qualificada para a empresa, que conta com muitos profissionais que vieram da UFMA”.
Hyvanna Galúcio, consultora do poder público federal e estadual na área de Relacionamento com o Cliente da Equatorial, declarou que a empresa busca auxiliar a UFMA na diminuição da conta de energia para a instituição: “Um dos nossos valores é a dedicação ao cliente, trabalhando para ajudá-lo a ter uma conta justa, para que não haja desperdícios, evitando situações emergenciais de risco que possam acontecer. Queremos essa parceria para ajudar a UFMA a ter uma conta condizente”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário