segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Othelino Neto e sua ascenção a milionário

R$ 2,6 milhões em bens e recebimento de mais de R$ 500 mil da ALEMA, não incluindo os salários e nem as diárias!

Desde quando Othelino Neto (PCdoB) se candidatou a uma cadeira na Assembleia Legislativa em 2006, o comunista fez o seu patrimônio crescer significativamente e se tornou milionário.
Conforme informações do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Othelino possui R$2.617.623,53 milhões em patrimônio. Entre os bens, há dois apartamentos, sendo um de R$2.139.056,00 milhões e outro de R$351.462,53 mil, e um veículo de R$127.105,00 mil. Esses valores são referentes ao detalhamento de bens de 2018. Em 2006, quando o deputado se candidatou pela primeira vez ao cargo, ele declarou apenas R$244.463,47 mil em bens.
O interesse de inúmeras pessoas desperta, tendo em vista que exercer um cargo público no Maranhão seja bem lucrativo pois, além dos altos salários, recebem outras infinidades de benefícios. Mas, ao que parece os parlamentares nunca estão satisfeitos e sempre tentam viabilizar esse crescimento de cifras em suas contas bancárias.
Vale a pena recordar que em 2015 como 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto, além dos vencimentos e verbas rescisórias mensais, ainda conseguiu com que o legislativo custeasse os gastos R$ 28 mil em diárias pelo interior do Maranhão e cidades de outros estados.
O parlamentar gastou em diárias e viagens realizadas aos municípios de Pinheiro, Imperatriz, Maranhãozinho, Centro do Guilherme, Paulino Neves, Tutóia, Água Doce do Maranhão, Presidente Sarney, Turiaçu, Viana, Cajari, São Bento, Monção, Zé Doca, Santa Luzia e Newton Belo, valor superior ao salário mensal como deputado. Geralmente, visitava mais de uma cidade em um único dia. Othelino também recebeu diárias em viagens para São Paulo e Recife (PE).
A Assembleia Legislativa custeou todas as diárias dessas viagens. Os valores variaram entre R$ 400 e R$ 4000. Duas ordens bancárias foram emitidas na mesma data, durante o recesso dos parlamentares, no dia 23 de julho. As duas totalizaram R$ 5600.
No Portal da Transparência da Assembleia Legislativa também é possível visualizar outros valores recebidos por Othelino. Entre Verbas Indenizatórias de Ajuda de Gabinete (VIAG) e de Exercício Parlamentar (VIEP), além de despesas com ressarcimento de Verba Indenizatória de Assistência à Saúde, Othelino Neto recebeu a quantia de R$ 396.737,83 (trezentos e noventa e seis mil setecentos e trinta e sete reais e oitenta e três centavos). Esse valor não inclui os salários e nem as diárias.
Bastante lucrativo ser Deputado no Maranhão!
Pena que o Portal da Transparência da Assembleia Legislativa esteja desatualizado desde o ano de 2016. Mas foi possível visualizar o recebimento por Othelino da quantia de R$ 514.303,96(quinhentos e quatorze mil trezentos e três reais e noventa e seis centavos). O que aponta um recebimento de quase 50 % a mais que o valor do ano de 2015.
Mas a pergunta que não quer calar!
Teria algum motivo por trás dessa desatualização de informações? E esse crescimento patrimonial acelerado?
Vale tanto à pena exercer cargo público que o então deputado alça vôos mais altos. Almeja ser Senador da República, como candidato do grupo comunista e com todo o apoio e garantias do governador do Estado.
O Blog se coloca a disposição para quaisquer esclarecimentos e denuncias acerca das informações. Vale ressaltar que outras matérias serão publicadas sobre deputados e seus gabinetes. Pasmem, denuncias de décimo terceiro salários gordíssimos e funcionários fantasmas!

Por Júlio Belargo

Nenhum comentário:

Postar um comentário