sexta-feira, 28 de junho de 2019

MÁFIA DO LIXO: Possível desarticulação à vista!



Inúmeros indícios de fraude na contratação e licitação da SLEA, além de supostos pagamentos de propinas, falta de transparência, ausência de fiscalização, além de uma empresa prestando serviço no lugar de outra que havia vencido o certame. Irregularidades essas, denunciadas pelo blog.
Incessantemente a Polícia Federal e o Ministério Público vêm trabalhando para desarticular  e indiciar os envolvidos da “Máfia do lixo”, principalmente uma das empresas envolvidas, a SLEA (São Luís Engenharia Ambiental) ligada ao grupo Queiroz Galvão, que é a principal envolvida nas inúmeras falcatruas junto à prefeitura de São Luís, no que tange o gerenciamento dos resíduos sólidos de São Luís. De acordo com as leis, os envolvidos poderão ser presos.
Nenhuma nota à imprensa foi emitida, a Prefeitura de São Luís silenciou sobre o caso. As denúncias chegaram à Câmara de Vereadores e resultaram no pedido de impeachment do prefeito Edvaldo Holanda.
Mesmo com tamanha repercussão, o silêncio imperou!
Contudo, algumas perguntas ainda precisam ser respondidas. Como a SLEA assinou um contrato bilionário sem sequer ter participado do processo de licitação? E se ouve auditoria instalada por Edvaldo, por que o contrato com a SLEA não foi suspenso imediatamente com a constatação da irregularidade? Em contrapartida, Edvaldo manteve o contrato de R$ 3 bilhões que permite a SLEA “comandar” o lixo da capital durante 20 (vinte) anos.
Providências precisam ser tomadas para penalizar todos os envolvidos. Inúmeras denúncias foram divulgadas pelo blog eusouemaranhao.com.br, no entanto, todos os envolvidos continuam impunes.

quinta-feira, 27 de junho de 2019

UFMA: Após vitória, Natalino Salgado agradece a tod@s envolvidos no projeto


A tod@s  meus amigos e amigas, meu muito obrigado. Ao iniciar novamente a trajetória da campanha rumo à eleição para o cargo de reitor da Universidade Federal do Maranhão, eu julgava ter alguns  incentivadores, apoiadores e amigos a percorrer comigo essa jornada. Estava equivocado.  Eles são muito mais do que eu poderia imaginar. De toda a ilha e continente, fui surpreendido com a aceitação do coletivo Pacto  pela Ufma. Onde chegávamos as pessoas espontaneamente se dirigiam para dar palavras encorajadoras e mãos dispostas a se irmanar nesse projeto inovador. Esses gestos apenas ratificaram o que sempre preguei: minha candidatura não era apenas minha. Fui ancorado no desejo de alunos, técnicos, servidores, professores, pesquisadores em ver a Universidade Federal do Maranhão crescer e se fortalecer ainda mais. O resultado das urnas confirmou essa aspiração. Vivo neste dia pós-eleição as palavras bem (ditas) do salmista Davi no salmo 126: grandes coisas fez o Senhor por nós e por isto estamos alegres. Nesse mesmo salmo, ele afirma: aquele que sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com júbilo trazendo seus feixes. Grato a Deus, aos meus pais Natalino e Ivete que já se encontram do lado dele, à minha família e a essa imensa legião de amigos que me alegraram o coração. Tenho uma riqueza imaterial incomensurável e ela atende pelo nome de amizade e GRATIDÃO.

Estou feliz e o meu desejo maior é dizer meu muito obrigado!

Natalino Salgado

Natalino Salgado é o mais votado entre candidatos a reitor com 49,49%



Com 49,49% dos votos da comunidade universitária, o professor do Departamento de Medicina da Universidade Federal do Maranhão, Natalino Salgado, venceu a consulta prévia para composição da lista tríplice de onde sairá o reitor e vice-reitor da instituição para o quadriênio 2019-2023. Salgado teve mais que o dobro do segundo colocado e a preferência  da maioria dos alunos, professores e técnicos.


Mais votado entre os quatro candidatos que concorreram ao cargo, Natalino Salgado foi por duas vezes reitor da UFMA, no período de 2007-2015.

Concluída a votação em São Luís e nos oito campi da UFMA no interior do Maranhão, o resultado apontou ainda o candidato da situação, João de Deus (24,23%), em segundo, Ridvan Nunes (16,94%), em terceiro, e Welbson Madeira (7,54%), em quarto. 

Dos oito campi no continente, Natalino Salgado obteve maioria dos votos em seis. Em Balsas, embora não tenha sido o primeiro entre os professores, Salgado,  venceu os outros candidatos entre os estudantes com larga vantagem.

Na mesma consulta em que mobilizou 75 urnas instaladas no Campus Universitário Dom Delgado, ILA, Hospital Universitário Presidente Dutra, e no prédio dos cursos de Hotelaria e Turismo, o professor Alan Kardec foi o mais votado para vice-reitor da UFMA com 32,17% dos votos de docentes, técnicos e discentes. A lista para vice-reitor terá a participação ainda de Luciano da Silva Façanha (23,56%) e Marcos Fábio Belo Matos (13,06%). Em quarto lugar, com 9,62%  dos votos ficou Wener Santos, em quinto Antonio Oliveira (7,25%), em sexto Walter Nunes (6,68%) e em sétimo lugar Eduardo Batista (4,05%).

Com o slogan “Para Cuidar bem da UFMA”, o professor Natalino Salgado teve a candidatura apoiada pelo coletivo Pacto pela UFMA, formado por mais de 400 pessoas, entre técnicos, docentes e discentes. 

Na campanha, o ex-reitor percorreu todos os campi do continente onde conversou com a comunidade e se comprometeu em dar continuidade ao trabalho interrompido em 2015, quando foi substituída pela atual reitora, Nair Portela.

“A vontade da comunidade universitária é soberana e deve ser respeitada. Ser escolhido pela ampla maioria de todos os segmentos que fazem a universidade é uma grande satisfação e reforça o meu compromisso de trabalhar ainda mais pelo desenvolvimento com sustentabilidade da nossa UFMA”, reforçou.

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Flávio Dino abre diálogo com José Sarney

Em meio a ataques a Lava Jato, maior operação de prevenção e combate a corrupção da história do Brasil, e ao ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), o governador Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão, abriu diálogo com o ex-presidente da República e ex-senador José Sarney (MDB), até então seu desafeto político.
A conversa entre os políticos maranhenses foi tornada pública pelo próprio comunista, nesta quarta-feira 26, pelo Twitter.
"Hoje conversei com o ex-presidente José Sarney sobre o quadro nacional. Apresentei a ele a minha avaliação de que a democracia brasileira corre perigo, em face dos graves fatos que estamos assistindo. Já estive com os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso, com a mesma preocupação", escreveu.
Desde as últimas duas semanas, já se especulava nos bastidores que Dino articulava um encontro com Sarney, a pedido de Lula - que teria sido feito em maio último, durante a visita do comunista ao petista na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde está preso pela Lava Jato.
O encontro, inclusive, tinha como objetivo transformar o governador do Maranhão numa espécie de garoto de recado de Lula a Sarney. O conteúdo do suposto recado, porém, ainda é desconhecido.
O entorno do Palácio dos Leões, quando da especulação, negava a informação de possibilidade de eventual encontro entre Flávio Dino e José Sarney, agora confirmada pelo próprio comunista.
Por atual7

39kg de cocaína encontrado em avião da Força Aérea Brasileira

Resultado de imagem para aviao da fab com drogas


Um militar da Aeronáutica brasileira foi detido no aeroporto de Sevilha, na Espanha, por suspeita de envolvimento no transporte de de cocaína. De acordo com o Ministério da Defesa, os fatos estão sendo apurados e foi determinada a instauração de Inquérito Policial Militar.
O detido é suspeito de viajar com 39kg de cocaína em sua bagagem, divididos em 37 pacotes. Ele é membro da comitiva que acompanha a viagem do presidente Jair Bolsonaro ao Japão, para a participação na cúpula do G20. O militar passou a noite na Guarda Civil de Montequito, segundo o jornal espanhol El Periódico, e foi acusado de crime contra a saúde pública. 
Em nota, o Ministério da Defesa e o Comando da Aeronáutica afirmaram repudiar atos dessa natureza. Os órgãos confirmam que darão prioridade para elucidação do caso, aplicação dos regulamentos cabíveis, bem como colaboração com as autoridades espanholas.
O avião aterrissou em Sevilha ao meio dia da última terça, para uma parada técnica. No aeroporto, os policiais realizaram controle obrigatório de malas e passageiros. O militar, do Grupo Especial de Transporte da Força Aérea Brasileira (FBA), viajava acompanhado de outras duas pessoas.
Bolsonaro se pronuncia 
O presidente Jair Bolsonaro se manifestou nas redes sociais sobre o caso: “Hoje pela manhã fui informado pelo Ministro da Defesa da apreensão, em Sevilha, de um militar da aeronáutica portando entorpecentes. Determinei ao Ministro da Defesa imediata colaboração com a polícia espanhola na pronta elucidação dos fatos, cooperando em todas as fases da investigação, bem como instauração de inquérito policial militar”, disse. 
Bolsonaro acrescentou ainda que as Forças Armadas têm em em seu contingente cerca de 300 mil homens e mulheres formados “nos mais íntegros princípios da ética e da moralidade”. Ele afirmou que, caso seja comprovado o envolvimento do militar nesse crime, o oficial será julgado e condenado na forma da lei.

  
O episódio, que criou desconforto no Palácio do Planalto, levou o governo a mudar a escala do presidente de Sevilha para Lisboa. O fato de Bolsonaro ter se pronunciado preocupou assessores, cuja avaliação é de que o presidente levou o problema para "o seu colo", quando o assunto era tratado longe do Planalto. 
Por Correio Braziliense

ELEIÇÃO NA UFMA: Natalino Salgado vota em São Luís e afirma “estamos confiantes na vitória”



Passava pouco das 9h da manhã quando o candidato a reitor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Natalino Salgado, chegou ao prédio da Faculdade de Medicina, na Praça Gonçalves Dias. Após cumprimentar estudantes, professores e servidores, seguiu para a seção onde votou para reitor e vice-reitor.

Natalino Salgado chegou acompanhado de um grupo de aliados, que incluía o corpo acadêmico da UFMA e pessoas que acompanharam de perto o período em que o hoje candidato exerceu o cargo de reitor, por duas vezes. Assim que terminou de votar, Natalino fez questão de conversar com os eleitores e com jornalistas, para os quais ressaltou a importância da eleição como momento democrático. “Estamos diante de um processo em que todos da Universidade podem participar, que é a escolha da próxima gestão”, disse.

O candidato também falou sobre o período de campanha. Segundo ele, a prioridade foi levar para o debate principais eixos do projeto para a Universidade no período 2019/2023. “Há uma necessidade urgente de modernizar a UFMA, bem como dar transparência aos processos e diminuir custos”.

Natalino Salgado afirmou que sua campanha foi bastante propositiva e que isso, aliado à experiência adquirida nas duas vezes em que ocupou o cargo de reitor, sensibilizou o corpo acadêmico, que reclama da deficiência da atual gestão. “Ouvimos as pessoas desde a construção de nosso projeto, o que iremos continuar a fazer se essa for a vontade da comunidade universitária”, revela.

Aceitação

Durante a votação foi possível perceber a adesão do corpo acadêmico da UFMA. A servidora Graça Tavares, por exemplo, fez questão de destacar a necessidade da retomada de uma gestão semelhante à exercida pelo próprio Natalino à frente da reitoria da Universidade Federal do Maranhão. “Estou aqui colando livros, pois, há quatro anos, não recebemos nenhum tipo de material em nossa biblioteca. Por essa e outras razões temos que ter Natalino de volta”, afirmou.

Entre os acadêmicos, a carência de infraestrutura e a necessidade de investir nos cursos de graduação pesou bastante na escolha. A estudante Rajma Winnie Cardoso, de Artes Visuais, por exemplo, levou em consideração a proposta de criação do PROQUALENS, programa que irá detectar e corrigir deficiências estruturais e nos cursos. “É necessário melhorar muito. Mas essa mudança começa com a escolha do candidato mais adequado com a atual realidade da UFMA e com as necessidades. Por isso escolhi Natalino”, disse.

Caso semelhante é o da acadêmica de Educação Física Letícia Cristina. “O candidato apresenta propostas plausíveis para a Universidade, como um todo, e para o nosso curso, em particular”, revelou.

Votação

Após votar, Natalino Salgado seguiu para o campus do Bacanga, onde acompanhou os votos dos candidatos a vice-reitor aliados, Walter Nunes, Wener Santos e José Eduardo Batista. O quarto aliado, Marcos Fábio Matos, votou em Imperatriz.     

A eleição segue até às 21h nos campi de São Luís, Pinheiro, Bacabal, Codó, São Bernardo, Chapadinha, Grajaú, Balsas e Imperatriz. Logo em seguida será iniciada a apuração dos votos

ESCÂNDALO: Deivid Porto, aliado de João de Deus, contratou sua própria empresa com dispensa de licitação para realizar serviços na UFMA de Balsas

O prefeito de Campus, Deivid Porto Ferreira, tem digitais fortemente impressas no relatório distribuído ao grupo abrigado na Associação de Professores da Universidade Federal do Maranhão, Apruma, que vem fazendo sistemática campanha de difamação contra a candidatura do professor Natalino Salgado.
Com base no relatório elaborado pela Prefeitura de Campus, Precam, que em nenhum momento associa o nome de Natalino Salgado a atos ilícitos ou de desvio de recursos, porta-vozes do grupo colaboram para enlamear o processo eleitoral na Universidade Federal do Maranhão, UFMA.


Denúncias sem argumentação legal desviam o foco das irregularidades perpetradas pela gestão que sucedeu o professor Natalino Salgado na UFMA.  Sócio, administrador ou dono da empresa Porto Ferreira Ltda, aberta em 2015, o prefeito de Campus está sendo útil sem nenhuma inocência.

Em novembro de 2016, o engenheiro Deivid Porto, na condição de Diretor do Departamento de Obras, esteve acompanhando a reitora Nair Portela, e o pró-reitor de Assistência Estudantil, João de Deus, em vistoria ao campus da UFMA em Balsas. Na ocasião a reitora manifestou entusiasmo, impressionou-se com a dinâmica da execução das obras realizada pela ‘Firma licitada” e chegou a prever a entrega do novo campus no primeiro semestre de 2017.

A história seguiu e em agosto de 2018, o prefeito de Campus, Deivid Porto Ferreira, contratou a empresa com dispensa de licitação a empresa Edmilson de Oliveira para realizar serviços remanescente da complementação do centro administrativo do campus da UFMA em Balsas, sob justificativa de rescisão contratual. Valor do contrato: R$ 424.953,67.

Polícia Federal investiga desvios de R$ 4 milhões em obras no campus de Balsas até 2015
Os fatos foram solenemente ignorados pelo grupo da oposição com foco centrado na candidatura do professor Natalino Salgado. A disputa aética e desmesurada potencializada pelo grupo tem sido condenada por parte dos candidatos que disputam a consulta prévia que a comunidade universitária da instituição federal deve realizar no dia 26 de junho.
Em debate realizado esta semana no Centro de Ciências Sociais, os candidatos Natalino Salgado e Ridyvan criticaram a forma como a disputa vem acontecendo no ambiente acadêmico, reproduzindo a carnificina moral das acirradas disputas eleitorais pelo poder, com os meios justificando os fins.
“Os debates são essenciais para o exercício e amadurecimento democrático. Eles colaboram sobremaneira para o bom combate”, ressaltou o professor Natalino Salgado em suas considerações sobre a oportunidade confrontar propostas.

Por Diego Emir

Euforia prejudicial

O governo estadual anunciou investimentos de R$ 140 milhões para a revitalização do centro de São Luís. O projeto “Nosso Centro”, sem qualquer constrangimento, foi tratado abertamente pelos aliados do Palácio dos Leões como um “pontapé” para que o secretário estadual de Cidades, Rubens Júnior (PCdoB), construa seu nome para ser candidato à Prefeitura da capital em 2020.
A euforia dos governistas poderia até causar problemas para o secretário se o Ministério Público Eleitoral voltar os olhos para esta proposta e acompanhar de perto como o dinheiro e o projeto em si poderão ser usados pelo comunista.
As declarações dos governistas podem trazer outro problema, mas desta vez para o próprio governo, já que há reclamação de falta de pagamento a fornecedores, precatórios em atraso e servidores públicos, a exemplo dos policiais civis, reclamando de engessamento salarial há mais de quatro anos.
Se forem citadas ainda as questões que envolvem a previdência no estado, fica evidenciado que a gestão estadual não tem condições de “investir” em qualquer nome para alavancar uma possível candidatura para o próximo ano.
Que as declarações e opiniões dos aliados do Palácio dos Leões não sejam o motivo real para os investimentos no Centro de São Luís. Que seja pela valorização da região central.
E que os eleitores fiquem atentos às intenções dos gestores e suas ações.
Estado Maior

terça-feira, 25 de junho de 2019

Natalino Salgado defende ensino em sintonia com o empreendedorismo

 Para o professor, é preciso preparar o acadêmico para atuar em frentes de trabalho situadas além da relação empregado/empregador


Já faz algum tempo que se ouve falar que ser empreendedor é a perspectiva do futuro. De alguns anos para cá, entretanto, essa nova forma de atuação no mercado de trabalho ganhou mais força e passa a ser encarada como uma alternativa necessária na formação acadêmica. O ex-reitor da Universidade Federal do Maranhão, Natalino Salgado, em sintonia com esse novo paradigma da educação, afirma ser imprescindível a existência de um programa de formação de cultura empreendedora para os discentes e servidores.

A ideia é promover maior aproximação entre as Universidades e o setor produtivo. Significa estimular novos sistemas de inovação e, dessa forma, incentivar e fortalecer a cultura empreendedora dentro da comunidade universitária, contribuindo para inserir a UFMA em um ambiente favorável de inovação e empreendedorismo. A meta é fazer com que o acadêmico não enxergue o ambiente de trabalho apenas sob a perspectiva de ser empregado.

Segundo Natalino, é preciso proporcionar ao universitário subsídios para que, quando ele saia da Universidade, se enxergue não apenas como um profissional apto a desenvolver suas funções. “Ele deve se entender como alguém preparado para criar oportunidades para si e para os outros”, destaca.

Natalino Salgado explica que a inserção de disciplinas optativas na grade curricular dos cursos de graduação seria uma excelente forma de colocar o empreendedorismo nos cursos. “Embora a gente entenda que há uma demanda e uma necessidade pela formação empreendedora, não se pode colocar as disciplinas como obrigatórias”, explica.

Os professores também serão incluídos no processo de educação empreendedora. “Mas o público principal é os acadêmico”, reforça Natalino Salgado.

Núcleo empreendedor


No campus do Bacanga já existe um prédio dedicado exclusivamente à formação de profissionais com visão empreendedora: o Centro de Empreendedorismo da UFMA (CEU).  Inaugurado em novembro de 2014, na gestão Natalino Salgado, conta com 38 salas distribuídas em dois pavimentos, que abrigam diversas Empresas Juniores e Empresas em processo de incubação. Foi concebido como um espaço de interação entre a academia e o setor produtivo, no sentido de estimular ações que proporcionem a geração de novos em preendimentos, de fomento à cultura empreendedora e da execução de projetos que liguem a academia ao mercado. Parte do segundo pavimento do Centro hoje abriga o ICmar, o que descaracteriza o projeto original do espaço.

Flávio Dino anuncia projeto eleitoreiro com investimento de R$ 140 milhões no Centro Histórico em favor de Rubens Jr.

Dinheiro que tem por objetivo restaurar o Centro Histórico, com projetos eleitoreiros em favor do candidato comunista a prefeito, garantiria infraestrutura urbana e sanitária em boa parte da periferia


FLÁVIO DINO VAI TORRAR R$ 140 MILHÕES – UM ANO ANTES DO INÍCIO DA CAMPANHA – PARA TENTAR FAZER DE RUBEM JÚNIOR CANDIDATO A PREFEITO, enquanto a periferia sofre sem estrutura
O projeto “Nosso Centro” anunciado ontem pelo governador Flávio Dino (PCdoB) – que vai investir cerca de R$ 140 milhões no Centro Histórico – foi antecipado em mais de seis meses com um objetivo eleitoreiro: construir a candidatura do secretário de Cidades, Rubens Pereira  Júnior (PCdoB) a prefeito de São Luís.
Todo este dinheiro será gasto em obras de readequação na área histórica de São Luís – ou pelo menos é este o objetivo republicano anunciado. Mas este dinheiro daria para urbanizar e melhorar as condições sanitárias de pelo menos 10 bairros da periferia de São Luís, a um custo de R$ 14 milhões por área.
Daria, por exemplo, para resolver o problema de alagamento do Coroado, que só precisa da desapropriação de uma casa construída em cima de uma galeria de água.

OS PROBLEMAS DE ALAGAMENTO DO COROADO ESPERAM HÁ ANOS POR SOLUÇÃO; bastaria 10 dos recurso de Rubens Júnior para solucioná-los
Poderia também ser usado para tapar os inúmeros buracos na região do Cohajap, do Parque Athenas, do Barramar, da Cohama e do Turu, alguns com crateras que já completaram o terceiro aniversário sem solução.
R$ 14 milhões investidos na Cidade Operária – ou no Cohatrac, no João de Deus, na área Itaqui-Bacanga, garantiriam quilômetros de asfalto, drenagem de várias áreas e segurança pública.
De quebra, Flávio Dino, ainda ajudaria a salvar a imagem do aliado Edivaldo Júnior (PDT), que sofre desgaste com o nítido abandono de São Luís.
BURACOS COMO ESTE, NA REGIÃO DO PARQUE ATHENAS, seriam resolvidos com recursos investidos pelo governo Flávio Dino
Mas o governador comunista decidiu focar toda a fortuna de R$ 140 milhões apenas para viabilizar a candidatura de um aliado, que vai mal das pernas nas pesquisas e precisa de estímulos para se tornar competitivo.
Com o lançamento do projeto “Nosso Centro”, Dino antecipa em um ano a campanha eleitoral em São Luís.
E mostra que estará disposto a tudo para eleger seus pupilos nas prefeituras.
Custe o que custar ao Maranhão…
Por Marco Aurélio DEça

Suspense

O juiz federal, Roberto Veloso, cotado para ser lançado como candidato à Prefeitura da capital maranhense pelo PSL, voltou a deixar a possibilidade no ar em entrevista na manhã de ontem, concedida no programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM.
“Eu não descarto. Porém, é uma decisão que preciso tomar, que é a saída da magistratura”, disse.
O magistrado também frisou que a decisão sobre ser candidato ou não depende da família.
Encontros – O que o juiz não falou na entrevista é que vem se encontrando com membros de partidos políticos para discutir uma possível filiação e a garantia de espaços para que ele venha disputar a Prefeitura da capital.
Veloso já conversou com o PSL, MDB e até o Novo, do empresário João Amoêdo. O encontro entre o magistrado e o empresário ocorreu em São Luís, no início deste mês.
Então, além da família, o juiz tem buscado espaços políticos que contribuam para que ele viabilize uma eventual candidatura sua.
Estado Maior

segunda-feira, 24 de junho de 2019

NOTA DO CENTRO ACADÊMICO DE PEDAGOGIA EM APOIO AS CANDIDATURAS DO PROFESSOR NATALINO SALGADO E WENER SANTOS

                


As mudanças conjunturais e de cunho político vivenciadas no final de 2015 e início de 2016 visibilizam uma virada radical na concepção de direito a educação que estava sendo construída no país nos últimos anos. Vivenciamos cortes de verbas da educação, o que resultou no fechamento de instituições de ensino, presenciamos as questões voltadas a educação sendo posta como não prioridade, fomos vítimas da violação dos direitos a educação, direitos estes que foram conquistados com dificuldade e muita luta, inclusive pelos próprios estudantes e as entidades estudantis que os representam.

É de tarefa primordial das universidades e escolas públicas a luta contra seu desmonte, seja da classe estudantil ou docente. Educação não é privilégio, é um direito. O Centro Acadêmico de Pedagogia Gestão "Pedagogia em Ação" – UFMA Campus Dom Delgado defende o ensino público e de qualidade e deve participar da formulação de um programa de retomada da ampliação do acesso à universidade, com qualidade no ensino-aprendizado prioritariamente no ensino público, com a construção dos projetos políticos-pedagógicos e institucionais voltados ao interesse público e popular. 

Mais que isso, que o investimento na educação signifique o fortalecimento do setor público; a garantia de políticas de permanência efetivas e acessíveis ao conjunto dos estudantes que dela necessitem; o avanço da democracia interna na universidade; e o cumprimento da função social da universidade. 

Assim, acreditamos que somente o professor Natalino Salgado com sua vasta experiência de anos no Hospital Universitário com uma gestão impecável e como Reitor por duas vezes com uma gestão anelada com assistência estudantil e a permanência dos discentes dentro da universidade pode assumir, junto com o professor Wener Santos, um compromisso de luta que já carrega em sua história, fazendo a defesa intransigente, mesmo nesta conjuntura adversa, de uma universidade pública, gratuita, de qualidade, democrática e popular.

Wilson Garcia – Presidente CAPED
Maxsuel Silva – Diretor de Assuntos Estudantis CAPED/Vice Presidente UEE-MA





Natalino Salgado encerra campanha destacando a necessidade de retomar os avanços na UFMA



No último dia de campanha para reitor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Natalino Salgado fez questão de visitar novamente todos os Centros do Campus do Bacanga e reafirmar compromissos assumidos desde o início da jornada em busca da eleição. Em comitiva, o candidato conversou com estudantes, professores e técnicos, esclarecendo dúvidas sobre as propostas, bem como refletindo sobre as demandas da universidade.

A ação foi iniciada no Centro de Ciências Sociais (CCSO), onde Natalino reuniu-se com estudantes do Programa de Pós-Graduação em Gestão do Ensino da Educação Básica. Lá, explicou os compromissos de campanha e ouviu atentamente os acadêmicos.

O candidato destacou a experiência adquirida com os dois mandatos exercidos como reitor, período em que a UFMA passou pela maior transformação de sua história. O candidato expôs o salto quantitativo no número de mestrados, de 12 para 36, e de doutorados, de um programa para 10. “Isso fez com que a universidade pudesse elevar a sua avaliação acadêmica nos principais indicadores”.  

O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Gestão do Ensino da Educação Básica, Assis Nunes, ressaltou a experiência de Natalino Salgado. “Sabemos da competência do candidato, pois acompanhamos estas conquistas que estão sendo citadas por ele. Agora, é preciso que os trabalhos sejam retomados”, disse o professor.

Natalino tratou, ainda, sobre a infraestrutura. Ele revelou que foram iniciadas mais de 100 obras na UFMA, tendo sido quase todas entregues quando ainda era reitor. “Infelizmente, as poucas que restaram, quase finalizadas, não foram continuadas, ou seja, estão paradas há quase quatro anos”, lamentou.

O candidato também falou sobre problemas estruturais que têm impedido a utilização de espaços pelos professores e estudantes. Um exemplo é o prédio da Biblioteca Setorial das Pós-graduações do Centro de Ciências Sociais. “Temos uma biblioteca setorial que está com problemas estruturais e não podemos utilizar”, lamentou a acadêmica de direito Ada Maria. Natalino revelou que, neste caso, a solução é simples e assumiu o compromisso de resolver o problema.

Na Biblioteca Central, Natalino Salgado conversou com servidores e estudantes. “Conhecemos a competência administrativa do professor Natalino e sabemos que as urgências da UFMA demandam por um gestor como ele”, destacou o estudante de Engenharia Química, Paulo Rogério de Oliveira. 

Agenda cumprida

Segundo Natalino Salgado, apesar do tempo curto de campanha, foi possível visitar todos os campi e conversar com corpo docente e discente, bem como com os demais servidores da UFMA. O candidato diz que este é um momento de muita importância, não apenas para eleição, mas, também, para que se tenha certeza sobre as reais necessidades da Universidade. “Está sendo uma correria, mas precisamos falar com todos”, justificou.

Natalino Salgado conta que, em todos os momentos com os discentes, docentes e técnicos da Universidade Federal do Maranhão destacou a urgência na retomada de um trabalho que ajudou no desenvolvimento do ensino e da infraestrutura da Instituição e da necessidade de uma gestão mais ágil, dinâmica, coletiva e transparente. “Temos que modernizar e facilitar os processos. Formar equipes com expertise e construir novos projetos para aperfeiçoar a UFMA”, finalizou.

Arraial Helena Leite: Manifestações populares rendem homenagens a São João no tradicional Cortejo Junino



O santo católico que empresta o nome à festa mais popular do Estado será homenageado nesta segunda feira(24), pelos grupos folclóricos que se apresentarão no tradicional cortejo junino, que já acontece há mais de duas décadas. O evento terá como palco o arraial Helena Leite, no Parque Folclórico da Vila Palmeira.

Serão mais de 50 grupos, entre bumba-boi, dança portuguesa, quadrilhas, e outros que se apresentarão a partir das 19 horas. Além dos tradicionais grupos de bumba-meu-boi, no sotaque da Ilha, vão render homenagem ao santo, grupos de bumba boi de orquestra e sotaque da baixada.

O público poderá acompanhar, também, grupos de dança do boiadeiro, tambor de crioula, cacuriá e dança portuguesa. Para o vereador Astro de Ogum(PL), vice presidente do Legislativo Municipal, o cortejo é um dos mais aguardados durante todo o período junino no Parque da Vila Palmeira, este ano arraial Helena Leite. “É bonito ver todos os grupos de bois e outras brincadeiras rodearem todo o parque para uma cumprir uma espécie de promessa a São João ”, disse Astro.

A UFMA, seu passado recente e o desprezo à ética na campanha eleitoral



Estamos encerrando uma campanha eleitoral para consulta à comunidade universitária que indicará os nomes para reitor e vice da UFMA. Quando decidi aceitar o desafio de disputar mais uma vez a reitoria da Universidade Federal do Maranhão, instado por um grupo que, como eu, devota por esta instituição enlevados sentimentos de dedicação ao serviço público, jamais imaginei que enfrentaria a sanha daqueles que se engalfinham pelo poder com desmesurada avidez, a ponto de violar, indiscriminadamente, espaços sagrados, como a própria estrutura familiar.

Os ataques às gestões que protagonizei se apegam a peças infundadas, com mero propósito de colocar-me na vala comum da enlameada política tradicional. Desconsideram até mesmo pareceres idôneos de instâncias máximas da instituição, como os Conselhos Superiores, colegiados que aprovaram todos os procedimentos das minhas administrações irrestritamente. 

Imaginei disputar na planície das ideias, enfrentando os percalços inerentes às contendas, desembainhando as propostas mais relevantes no sentido da construção, evidenciando nosso propósito de colocar a instituição no patamar da excelência, ensejado por todos aqueles que a constituem. Jamais me preparei para enfrentar as posturas medonhas, as leviandades carreadas pelos que nada propõem além da demolição moral. Sempre considerei estas posturas em qualquer pleito como meras filigranas que colaboram para anuviar o processo.

Em 2007, iniciamos um processo de transformação da Universidade Federal do Maranhão jamais visto em toda sua história. Trabalhamos para ampliar a instituição em todos os sentidos, expandindo suas instalações física, seu alcance acadêmico, ampliando o campus para o continente e abrindo um leque de cursos de graduação, pós-graduação e amparo às atividades administrativas. 

São inúmeros os avanços que podemos elencar neste período que a história com mão justa deve registrar independente dos desejos mesquinhos. Para fugir à acusação de cabotinismo barato, desviando das investidas adversárias, melhor não descrever em detalhes este irrefutável legado ou colocá-lo na merecida berlinda, embora seja esta uma postura paradoxalmente ao recomendado no período eleitoral.

Este legado lastreou nossa candidatura pelo grupo para o qual convergem os melhores propósitos para esta instituição. Entretanto, neste último quadriênio, desenhou-se uma curva decrescente em quase todos seus indicadores. Há, necessidade, da retomada da trilha vincada no passado recente que não me arvoro ser autor solitário. Sempre cri no trabalho coletivo e me mantenho fiel à ideia.

Nesta campanha, trilhamos caminhos que no passado construímos com esmero e dedicação. Na cruzada, não sucumbi à ética em nome da disputa pelo poder.  Estejam certos que, passada a contenda, seguirei defendo a ética com a mesma intensidade com que venho me postando na vida pública e privada.

Natalino Salgado 

quinta-feira, 13 de junho de 2019

BACABAL: Wener Santos conversa com comunidade universitária



Na manhã desta quarta-feira, Wener Santos, candidato a vice-reitor, esteve cumprindo agenda no Campus Bacabal. Na oportunidade conversou com os acadêmicos, apresentando suas propostas e compromissos.

Wener se colocou à disposição para atender às demandas da UFMA, respeitando as atribuições estatutárias e regimentais, bem como apoiando e colaborando com o reitor.

Em reunião ampliada com professores e técnicos administrativos, o candidato a vice-reitor pretende lançar mão de suas experiências profissionais na iniciativa privada e estreitar parcerias das entidades públicas e privadas de forma a garantir investimentos na Universidade e ainda a absorção de força de trabalho.

“Precisamos de uma política de integração e valorização dos alunos, técnicos e professores. Precisamos dar continuidade nos programas UFMA Sustentável UFMA Saudável em todos os campi”, destacou o candidato.

Wener Santos esteve em Bacabal, juntamente com o candidato a reitor Natalino Salgado e o candidato a vice-reitor Eduardo Batista. E segue em campanha nesta quarta-feira realizando atividades no Campus de Codó.

Vale ressaltar que a consulta prévia acontecerá no dia 26 de junho, a votação será feita da forma tradicional, com cédulas em papel, e nominal por cargos para Reitor e Vice-Reitor.

Foto: Maxsuel Silva