terça-feira, 16 de abril de 2019

O fracasso do Mais IDH

Depois de chegar a subir até duas posições no ranking de desenvolvimento humano do Atlas Brasil até 2014 (saiba mais), o Maranhão segue estagnado no mais novo levantamento do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal.
Segundo dados divulgados hoje (16) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), relativos ao no de 2017, o IDH-M maranhense continua como o segundo pior do país (0,687), à frente apenas de Alagoas (0,683). Mesma posição de 2016.
O IDH-M médio do Brasil foi de 0,774.
Baixe aqui o estudo completo.
Quando o assunto é “esperança de vida ao nascer”, e “renda”, o resultado é pior ainda: o Maranhão ficou com a última colocação nos dois quesitos.
O mais novo resultado do IDH-M reforça a tese da oposição de que a gestão Flávio Dino (PCdoB) não conseguiu avançar no desenvolvimento humano, mesmo insistindo no tão propalado “Mais IDH”.
Por Gilberto Léda

Nenhum comentário:

Postar um comentário