sábado, 13 de abril de 2019

Instituto Manancial do Cajueiro participa de plenária de revisão do "PLANO DIRETOR"


Na última quarta-feira dia 10, aconteceu na Associação Comercial do Maranhão uma plenária para revisão do "PLANO DIRETOR", com o propósito de avaliar os impactos econômicos para a cidade de São Luis. O evento contou com a presença de vários empresários, políticos e representantes do Instituto Manancial do Cajueiro e foi conduzido pelo Advogado Marcelo Lobato e o Engenheiro Márcio Vaz.


O Advogado Marcelo início os trabalhos falando sobre a importância da aprovação do plano e a desburocratização de licenças para o melhor desenvolvimento das áreas urbanas e industrial. 

O Engenheiro Márcio Vaz, chamou atenção para o crescimento desordenado da cidade, como grandes bairros com o número populacional acima da mé,dia situados em zona rural e longe de investimento públicos, e falou sobre a vocação dos bairros e regiões da cidade que estão impedidas de se desenvolver porque barra no plano que é de 1996, e impede a emissão de licenças para uso de área, como por exemplo a extensão da avenida litorânea e a extensão do porto do Itaqui.

O deputado Hélio Soares usou a fala para ressaltar a iniciativa e parabenizar o momento, disse que ficou surpreso pela ausência de um "vereador" já que passará pelo legislativo o plano diretor.
 
O deputado Adriano Sarney falou um pouco sobre os limites da região metropolitana e a dificuldade que isso traz para definir planos de ações nos limites dos municípios.


Os representantes do INSTITUTO MANANCIAL DO CAJUEIRO saíram muito otimistas quanto as questões do porto SÃO LUÍS, um dos representantes do Instituto (Valentim) falou da importância da implantação de mais esse grande empreendimento e como toda região metropolitana tem a ganhar.

INSTITUTO MANANCIAL DO CAJUEIRO  tem se tornado referencia na região itaqui-bacanga pela condução do processo de valorização social e de interesses das comunidades da região do entorno da construção do porto  "SÃO LUÍS ".

Por fim foram feitos encaminhamentos e aberto o espaço para novas discussões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário