quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

“Tive meu primeiro cargo público pelo voto”, diz Adriano a Márcio Jerry

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) e o deputado federal eleito Márcio Jerry (PCdoB) envolveram-se em uma acalorada discussão, nesta quarta-feira (9), nas redes sociais.
No Twitter, eles trocaram farpas depois de o parlamentar do PV comentar a presença do comunista – presidente do PCdoB no Maranhão – em reunião com o ministro dos Transportes do governo Jair Bolsonaro.
Jerry reclamou de patrulha. “Muita petulância de Adriano Sarney querer patrulhar um Ministro de Estado”, disse.
Adriano reagiu, e disse que os comunistas tentam se locupletar de um governo que eles mesmos atuam para sabotar.
“Em público vocês querem destruir e na penumbra tentam se locupletar. Denunciei desta vez e vou denunciar todas as vezes que V. Ex. visitar gabinete de ministro do governo Bolsonaro após ter usado a tribuna para sabotar o mesmo governo”, destacou.
Cargos
Em dado momento, os dois passaram a debater sobre a entrada de ambos na vida pública.
Adriano Sarney destacou ter chegado à Assembleia Legislativa pela oposição.
“Ao contrário de V. Ex, entrei na vida política na oposição. Também ao contrário de V. Ex, tive meu primeiro cargo público concebido pelo voto. Fui eleito e reeleito com meu grupo político fora do poder. Não sou carreirista, secretário. Pena que não podemos dizer o mesmo de você”, disparou.
Jerry respondeu: “Sr Sarney,entrei na vida pública aos 15 anos militando no movimento estudantil. De lá pra cá são muitas lutas,sempre pela mesma margem esquerda. Em meu currículo há concursos,diversas experiências de trabalho,batalhas que um “príncipe” como te achas não sabe o que é”.
Mas houve tréplica: “Todos conhecem o seu currículo, secretário. Desde seus feitos em Imperatriz até as razões da sua retumbante votação em 2018 após décadas de fiascos eleitorais. Não há novidade alguma em seu currículo ou na sua forma de fazer política”.
Por Gilberto Léda

Nenhum comentário:

Postar um comentário