quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

O prestígio de Sarney incomodando

Chega a impressionar, apesar de não ser novidade, o incômodo que o prestígio do ex-presidente da República, José Sarney, causa nos comunistas e seus asseclas.
Em pelo menos dois momentos recentes, isso ficou claramente demonstrado. Na posse de Jair Bolsonaro, quando Sarney, que fez questão de marcar presença, foi mencionado algumas vezes pelo novo presidente.
Já no início desta semana, o incomodo demonstrado pelos comunistas e seus asseclas foi quando da passagem do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, por São Luís.
Maia fez questão de marcar presença e visitar José Sarney na sua residência. A visita de cortesia a um ex-presidente da República, algo normal na política, incomodou a mente insana de alguns, que ainda tentaram diminuir o prestígio de Sarney, mas acabaram apenas “passando o recibo” do desconforto com a atitude de Rodrigo Maia.
O curioso é que esses mesmos não comentaram nada sobre o aumento do “calote” do Governo Flávio Dino, que depois de quatro anos no comando do Maranhão conseguiu aumentar, ano após ano, o valor dos restos a pagar. O valor atual é praticamente o triplo de quando o comunista assumiu o Governo do Maranhão.
Mas, nesse caso, o silêncio foi sepulcral…
Por Jorge Aragão

Nenhum comentário:

Postar um comentário