quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Aberta a discussão de projetos importantes na Câmara Municipal de São Luís


Este ano, além de comemorar os seus 400 anos com uma vasta programação que será desenvolvida ao longo dos próximos meses, a Casa presidida pelo vereador Osmar Filho (PDT) analisará matérias importantes e polêmicas, como são os casos do programa “Escola sem Partido” e a proposta que regulamenta o serviço privado de transporte individual de passageiros, o Uber.

A lista de assuntos inclui, ainda, mudanças no Plano Diretor na capital maranhense, que está na fase das audiências públicas; Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece orientações para a confecção da Lei Orçamentária Anual (LOA); e também votação de prestação de contas de ex-prefeitos.

As discussões sobre regras para construções e uso do espaço urbano na capital prometem embates entre movimentos sociais, o setor imobiliário e a prefeitura nos próximos meses, quando um projeto substitutivo do Plano
Diretor chegará ao Palácio Pedro Neiva de Santana, sede do legislativo municipal.

As discussões acerca de mudanças no Plano Diretor de São Luís começaram em 2017, quando foram realizadas várias reuniões e audiências públicas com a sociedade civil.

Desde então, o projeto ficou parado e não foi apreciado na Câmara Municipal. Durante o ano passado, vereadores cobraram do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) uma reavaliação do Plano, antes que fosse levado ao plenário, mas qualquer decisão nesse sentido deve ficar mesmo para este ano.

Escola Sem Partido – Outro tema polêmico, que trata da criação do programa “Escola Sem Partido” (Projeto de Lei 113/2017), deve ser um dos principais temas nas discussões sobre educação. A proposta obriga as escolas a respeitar as convicções do aluno, de seus pais ou responsáveis.
Pelo texto, os valores de ordem familiar têm precedência sobre a educação escolar nos aspectos relacionados à educação moral, sexual e religiosa. O autor do projeto, vereador Francisco Carvalho (PSL), defende a ideia de uma escola sem partido. “Somos a favor da família. Escola deve ensinar Português e Matemática”, afirmou o parlamentar.

A matéria foi apresentada em 2017 e recebeu parecer favorável da Comissão de Educação , na época presidida pelo vereador Ricardo Diniz (PRTB).

Um dos parlamentares que é contra a proposta é o petista Honorato Fernandes. Segundo ele, a projeto é uma ameaça à liberdade de expressão.

Há ainda o Projeto de Lei nº 001/2017, de autoria do vereador Paulo Victor (PTC), que trata da regulamentação das Operadoras de Tecnologia de Transporte Credenciadas (OTTCs) que atuam com transporte individual de passageiros em São Luís.

A proposta cria regras sobre a limitação da frota do Uber, Cabify, 99 Pop e outros aplicativos na capital.

O texto foi apresentado ainda em fevereiro, no início da nova legislatura, mas ainda tramita pelas comissões de Constituição e Justiça e pela de Transporte. A proposta é polêmica, principalmente, porque, em maio daquele ano, a Mesa Diretora da Casa promulgou lei que proíbe o serviço do Uber na capital maranhense.

A regra é resultado de uma proposta da agora ex-vereadora Luciana Mendes, apreciada e aprovada no plenário da Câmara em outubro de 2016.

A nova proposta de Paulo Victor que tramita na Casa desde fevereiro de 2017 sofreu modificações após uma série de reuniões entre os parlamentares, taxistas e motoristas de Uber. As novas emendas foram apresentadas pelos vereadores Genival Alves (PRTB), Beto Castro (PROS) e Antônio Marcos Silva, o Marquinhos (DEM).

Orçamento – Temas como Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece orientações para a confecção da Lei Orçamentária Anual (LOA), e também votação de prestação de contas de ex-prefeitos que faz parte do cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado ano passado entre a Câmara e o Ministério Público Estadual (MP), aguardam vereadores na volta do recesso parlamentar, a partir do dia 4 de fevereiro.

Por Davi Max

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Encontro de Lideranças e Assessores com Astro de Ogum



O auditório do Parque Folclórico da Vila Palmeira está repleto de lideranças e assessores que participam de uma reunião com o vereador Astro de Ogum(PR), vice presidente da Câmara Municipal de São Luís.

Na pauta de reunião, entre outros assuntos, os trabalhos que serão desenvolvidos pelo grupo Astro de Ogum, na capital maranhense,  pelos próximos dois anos.

“Esse encontro com cada um de vocês é de suma importância para que possamos alinhar as nossas ações enquanto grupo”, disse o vereador. O encontro serviu, ainda, para anunciar as mudanças que precisarão ser implementadas no grupo a partir de então. 


“Precisamos ter consciência que iremos viver um novo momento, contudo, de mãos dadas não tenham dúvidas que iremos chegar onde nos propusermos”, destacou Astro de Ogum.

Durante uma reunião entre lideranças e assessores que está sendo realizada no auditório do Parque da Vila Palmeira pelo vice-presidente da Câmara de São Luís, Astro de Ogum (PR), um fato bastante inusitado chamou a atenção dos presentes: o encontro de três líderes de diferentes religiões - o Pai de Santo que, no caso, é o próprio vereador Astro de Ogum; o padre Luís Carlos, que atua na área da Ribeira e o pastor Paulo Henrique. “Já penso em Astro de todas as tribos e raças ser o nosso próximo slogan”, disse o vereador.

Filiaçao de Ocileia Fernandes gera grande decepção entre filiados do PSL na Raposa

Resultado de imagem para ocileia fernandes carneiro

O anúncio da filiação de Ocileia Fernandes, filha do ex-prefeito Paraíba, ao PSL/Raposa, partido do presidente Jair Messias Bolsonaro, tem causando uma grande repercussão negativa entre filados do partido e eleitores simpatizantes do presidente militar.

Há quem considere estranha a repentina mudança de opinião de Ocileia sobre o presidente Bolsonaro e seu partido.

Em grupos de whatsapp e outras redes sociais, que movimentam os bastidores da política local, o clima tem esquentado muito. Eleitores e seguidores de Bolsonaro, no município, acreditavam que o PSL local fosse lançar um nome novo, da própria base de apoio à Bolsonaro, por isso a grande decepção.


Uma outra vertente de filiados e apoiadores do PSL, esperava que o partido levantasse um nome do meio evangélico, mais precisamente da Assembleia de Deus, maior rebanho Cristão da cidade.

Parece que a decepção foi generalizada!

Astro Pet leva vacinação a cães na zona rural de São Luís



Preocupado com o grande número  de cachorros na zona rural da Grande São Luís, o grupo coordenador pelo vereador Astro de Ogum(PR), vice presidente da Câmara Municipal de São Luís – realizou nesta terça feira(29) – a I Edição do Projeto “Astro Pet”, que tem como objetivo vacinar cachorros na área e, assim, evitar a transmissão de doenças a seres humano, bem como o sacrífico de animais.


Para o vereador, que possui cachorros de estimação, precisamos ter muito cuidado com a demonstração de afeto mais conhecida dos cães – a lambida – pois este gesto de carinho pode nos transmitir graves doenças. “Em contato com boca, nariz ou olhos humanos, a saliva do animal pode causar algumas doenças, como infecções intestinais, gastroenterite ou colecistite”, disse o parlamentar.

Tal informação foi confirmada pelo medico veterinário Chiquinho, que abraçou a iniciativa do grupo Astro. “A boca dos cães possui uma flora bacteriana potencialmente patogênica para os seres humanos, que podem causar diversas doenças se vencida a barreira de proteção da pele”, disse. A expectativa dos coordenadores é atender todas as comunidades da zona rural. A segunda edição já está programada para acontecer na sexta feira(01).

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

GREVE DOS RODOVIÁRIOS: Justiça determina 75% da frota circulando e impede bloqueio de garagens nesta quarta-feira (30)

A Justiça do Trabalho, em reposta à ação da Prefeitura de São Luís, emitiu decisão que, entre outras determinações, impede que rodoviários bloqueiem as garagens de ônibus, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia ou fração de dia. A decisão do Tribunal Regional do Trabalho 16ª Região determina, ainda, a circulação de no mínimo 75% da frota de ônibus na capital em todas as linhas e itinerários e em todos os horários, em caso de greve dos rodoviários anunciada para esta quarta-feira (30).

A decisão – em desfavor do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário no Estado do Maranhão, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís, Consórcio Central Ltda e Consórcio Upaon Açu Ltda – foi motivada pelo informe de paralisação total das empresas integrantes do Consórcio Central e do Consórcio Upaon Açu Ltda, que respondem por 50% do sistema de transporte urbano da cidade de São Luís.
O despacho com força de mandado judicial considerou o artigo 60 da Lei 7.783/99, que trata dos direitos dos grevistas, e assegura que “em nenhuma hipótese, os meios adotados por empregados e empregadores poderão violar ou constranger os direitos e garantias fundamentais de outrem”, e ainda que “as manifestações e atos de persuasão utilizados pelos grevistas não poderão impedir o acesso ao trabalho nem causar ameaça ou dano à propriedade ou pessoa”.
Além da privação do direito de ir e vir dos cidadãos, a determinação do Tribunal Regional do Trabalho 16ª Região considerou, ainda,  o artigo 11 da Lei 7.783/89 que indica que “nos serviços ou atividades essenciais, os sindicatos, os empregadores e os trabalhadores ficam obrigados, de comum acordo, a garantir, durante a greve, a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade”.
Desta forma, porque se trata de atividade essencial, o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Estado do Maranhão deve, obrigatoriamente, disponibilizar trabalhadores para a manutenção dos serviços mínimos da requerente e garantir a prestação dos serviços essenciais à comunidade, afirma em decisão a desembargadora Federal do Trabalho, Ilka Esdra Araújo.
Por Caio Hostílio

Consenso para eleição da FAMEM

É bem verdade que o governador Flávio Dino demorou para agir, mas agiu e conseguiu às vésperas da eleição para a FAMEM, encontrar um consenso entre os dois prefeitos, ambos do seu grupo político, que iriam disputar o pleito, previsto para quarta-feira (30).
Em reunião nesta terça-feira (29), Flávio Dino e os dois candidatos a presidência da FAMEM, Cleomar Tema, prefeito de Tuntum e atual presidente da entidade, e Erlânio Xavier, prefeito de Igarapé Grande, encontraram um consenso e evitaram uma disputa que fatalmente geraria desgaste no grupo do comunista.
Depois de uma longa conversa, ficou decidido que Tema abre mão da disputa e passa a ser o presidente de honra da entidade. Já Erlânio Xavier será aclamado como novo presidente da FAMEM, durante o biênio 2019/2020.
A reunião contou ainda com a participação dos secretários Márcio Jerry (deputado federal eleito) e Marcelo Tavares (deputado estadual eleito).
O consenso acabou sendo o melhor caminho, menos para alguns oposicionistas que torciam pela disputa e um racha no grupo do comunista. 
Por Jorge Aragão

Câmara Municipal anuncia vistoria em barragem da Alumar

Vereadores vão analisar as condições das lagoas de bauxita da empresa de alumínios, instaladas na zona rural de São Luís; post nesta segunda-feira questionou sobre os riscos do local


Vereadores decidiram voltar a fiscalizar a lagoa de rejeitos da Alumar
Vereadores de São Luís, coordenados pelo presidente da Câmara Municipal, Osmar Filho (PDT), realizarão, na quinta-feira (31), uma visita de inspeção na Barragem de Minério do Consórcio Alumar, localizada na BR – 135.
A caravana parlamentar chegará ao local por volta das 14h e será recebida por membros da diretoria da empresa.
Um dia depois, os vereadores decidiram checar, in loco, o funcionamento dos chamados lagos vermelhos, locais onde são despejados rejeitos de bauxita, substância prejudicial aos seres humanos, a fauna e a flora.
O presidente Osmar Filho vai coordenar a comissão da Câmara em visita à empresa de alumínio
– A Câmara Municipal tem o dever de fiscalizar o funcionamento deste tipo de equipamento. Além disso, manteremos dialogo permanente com entidades  e órgãos responsáveis pela segurança e fiscalização da empresa – disse o presidente da Casa, vereador Osmar Filho (PDT).
O presidente afirmou ainda que o tema será debatido com a sociedade maranhense através de audiências públicas que serão promovidas na sede do Legislativo Municipal.
Em nota divulgada recentemente, o Consórcio de Alumínio do Maranhão – formado pelas empresas Alcoa, Rio Tinto e South32 – garantiu que opera dentro dos mais altos padrões internacionais e que este trabalho está alinhado as ações de várias agências ambientais e regulatórias, incluindo as Secretarias do Meio Ambiente, no sentido de garantir excelência dos serviços e evitar riscos.
– A Alumar possui sete áreas de Disposição de Resíduos de Bauxita. E destas, três já foram fechadas e reabilitadas. Aplicando os melhores recursos tecnológicos e as mais rigorosas normas de engenharia do mundo, a Alumar, em parceria com a UFMA, tem desenvolvido pesquisas para a transformação sustentável do resíduo – afirmou o Consórcio.
É aguardar a vistoria da Câmara Municipal…
Por Marco Aurélio DEça

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Programa Astro Empreendedor leva capacitação e boas perspectivas à zona rural de São Luís

Moradores da comunidade Calembe discutiram políticas de fomento com a equipe do programa
Moradores da zona rural de São Luís participaram, nesse domingo (27), de mais uma edição do Programa Astro Empreendedor, realizado aos finais de semana na Casa de dona Jeane, na comunidade Calembe.
Ontem, durante a ministração do curso, as coordenadoras do projeto, Mayara Carolina Medeiros e Isis Lorena Medeiros, foram surpreendidas com a presença de um grupo de profissionais de diversas áreas como: pedreiro, cozinheiro, engenheiro e outros profissionais desempregados que foram ao local para conversar com o vice-presidente da Câmara de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), buscando apoio para fundar uma Cooperativa de Transporte Alternativo, pois atualmente trabalham neste setor de forma irregular.
Em busca de oportunidade, profissionais de diferentes áreas participaram do curso
“Queremos nos regularizar e resolvemos buscar o apoio do Astro de Ogum, que sempre gostou de apoiar iniciativas que geram emprego e renda. No objetivo é empreender para crescer”, destacou um dos integrantes do grupo.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Honorato Fernandes visita obras de prolongamento da Avenida Litorânea


O vereador Honorato Fernandes(PT) compartilhou em suas redes sociais, o vídeo de mais uma visita que realizou na manhã desta quarta-feira(23), ao canteiro das obras de prolongamento de quase dois quilômetros da Avenida Litoranea, que vem sendo coordenado pela Agência de Mobilidade Urbana (MOB), órgão do Governo do Estado.  

Além do vereador petista, o presidente da MOB- Laurence de Melo também recepcionou o deputado federal eleito- Pedro Lucas Fernandes, que tomará posse na Câmara Federal no próximo dia 01, e outros vereadores, incluindo Osmar Filho, presidente do Legislativo Municipal. Na atualidade, o prolongamento da Avenida Litorânea é a maior obra realizada pelo Executivo Estadual na capital maranhense.

Uma disputa que promete em São José de Ribamar

Prefeito Luís Fernando Silva deve encarar ninguém menos que o ex-deputado e atual conselheiro do TCE, Edimar Cutrim, num embate que deve ser um dos mais tensos do Maranhão em 2020


Ex-aliados, Luís Fernando Silva e Edimar Cutrim devem se enfrentar em São José de Ribamar
Ainda claudicante em seu terceiro mandato de prefeito de São José de Ribamar (o segundo ele deixou pela metade), Luís Fernando Silva (PSDB) deverá encarar um peso pesado da política em sua reeleição.
A oposição no município – liderada pelo deputado federal eleito Gil Cutrim (PDT) – deverá ter ninguém menos que o conselheiro Edimar Cutrim como candidato.
Ex-deputado estadual, Edimar nunca se manifestou publicamente sobre o interesse em disputar a Prefeitura de Ribamar – até por que ele ainda precisa se aposentar do Tribunal de Contas do Estado para encarar nova carreira política.
E é exatamente esta questão envolvendo Cutrim que transforma a disputa em Ribamar em uma das principais do estado no ano quem.
A aposentadoria de Edimar no TCE vai abrir espaço para novos arranjos políticos, envolvendo, inclusive, as eleições de 2022, quando estará em jogo nada menos que o Governo do Estado.
E aí é que complica para Luís Fernando.
Há um grupo de políticos de olho nas vagas do TCE, que será definida por eleição interna na Assembleia Legislativa.
Nesse caso, se houver interesse do governador Flávio Dino demarcar, logo agora, o terreno que quer percorrer em 2020, haverá, naturalmente, um estímulo à candidatura de Edimar Cutrim.
Caso contrário, ficará claro que Dino pretende mesmo deixar o vice-governador Carlos Brandão (PRB) em seu lugar a partir de 2022…
Por Marco Aurélio D'Eça

High School Musical estreará com elenco totalmente maranhense



O musical brasileiro baseado no sucesso teen High School Musical, tem idealização e pesquisa documental da Oficina de Interpretação SLZ, com elenco totalmente formado por atores, cantores e bailarinos maranhenses. São 27 artistas, entre 10 e 19 anos, que se entregam fielmente aos personagens nesse grande espetáculo. O seu cenário é uma réplica da versão americana, além de contar com todas as músicas e histórias que envolvem esse inesquecível sucesso.

O musical tem adaptação e direção de Carol Marcondes, da TroupeParabolandos, de Suzano (SP), preparação de elenco de Tayres Pacheco, de Belém (PA), produção e realização da Oficina de Interpretação SLZ (MA) e co-produção da Outroplaneta Produções (MA).

Ingressos:
Plateia e Frisa - R$ 60 inteira / R$ 30 meia entrada
Camarote; Balcão e Galeria - R$ 50 inteira / R$ 25 meia entrada
Pontos de vendas:
Bilheteria do Teatro (sem taxa)
Bilheteria Digital - Rio Poty Hotel (com taxa)
Bilheteria Digital - Shopping da Ilha (com taxa)
Bilheteria Digital - Rio Anil Shopping (com taxa)
Informações: 99173.0943 / 98712.4304

Flávio Dino e seu encontro secreto com Renan Calheiros

Nesta quarta-feira (23), o jornal O Estado revelou um eventual encontro secreto entre o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) e o senador de Alagoas, Renan Calheiros (MDB). O tal encontro teria acontecido na capital maranhense e não estava na agenda oficial do comunista e nem também do emedebista.
O motivo do encontro, aparentemente secreto, seria para discutir o apoio dos dois senadores eleitos pelo grupo de Flávio Dino – Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) – a possível candidatura de Calheiros a presidência do Senado.
Nem a assessoria do governador e nem do senador, até o momento, quiseram comentar o assunto. De qualquer forma, causou estranheza o tal encontro e principalmente se Flávio Dino apoiar a candidatura do emedebista Renan Calheiros.
Além disso, causou até estranheza a defesa do atual secretário de Comunicação do Governo Flávio Dino e deputado federal eleito, Márcio Jerry, pelo voto secreto no Congresso Nacional. Para Jerry, homem de confiança de Dino, o voto secreto favorece a democracia.

Então tá…
Por Jorge Aragão

domingo, 20 de janeiro de 2019

A simplicidade de Astro de Ogum



Nem mesmo as duas décadas exercendo cargo eletivo, na condição de vereador, dos quais quatro na condição de presidente e oito na de vice presidente, mudaram a essência simples do vereador Astro de Ogum(PR), vice presidência da CMSL. 


Aproveitando o recesso parlamentar que vai até o próximo dia 04, o vereador deixou de lado o terno e a gravata, vestimentas apropriada para o palácio Pedro Neiva de Santana, sede do Parlamento Municipal e pegou prego e martelo para comandar, pessoalmente, as obras do Jardim dos Orixás, que está sendo construído na fazenda Latadinha, na cidade de Morros. A inauguração estava marcada para hoje(20), quando para o catolicismo se comemora São Sebastião e para o Candomblé Oxossi, mas o atraso nas obras inviabilizaram a inauguração, que acontecerá no próximo dia 30.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Definindo trabalhos e projetos para a grande São Luís


Exercitando aquilo que mais gosta de fazer, digo, está perto do povo, mas que esteve afastado nos últimos quatro anos, em função da presidência da Câmara de São Luís, o vereador Astro de Ogum(PR), vice-presidente do legislativo ludovicense, esteve participando de uma grande reunião na comunidade Calembe, na zona rural da capital.

Segundo o parlamentar, o encontro teve como objetivo definir as áreas de início dos trabalhos e projetos que pretende implantar na região, e que vai beneficiar milhares de pessoas em inúmeras comunidades.

“A zona rural é uma região de grande extensão geográfica e populacional, portanto, com muitos problemas, e para ameniza-lós precisamos nos unir, dar-mos as mãos para melhorar a qualidade de vida de quem escolheu a zona rural para morar”, enfatizou o vereador.

Participaram do encontro 83 lideranças das seguintes localidades: Calembe, Piçarreira, Estiva, Vila Samara I e II, Sol Nascente, Igaraú, Novo Horizonte, Aguada, Rumo, Coqueiro, Juçara, Inhaúma, Aldeia Legume, Vila Rica, Tibiri, Magnólia, Residencial 2000, Maracujá, Cinturão verde, Quebra-pote, Maracanã,São Joaquim, Anajatiua, Santa Helena, Collier, Rio Grande, Vila Itamar, Itapera, laranjeira, Nova Larajeira, Murtura, Pedrinhas e Ribeira.


“ Como sempre o Astro deu um show, porque de fato pensa em como ajudar nossas comunidades, a exemplo do que fez na Vila Samara, colocando os canos nas ruas e levando água pra centenas de pessoas, por isso estamos motivado para trabalhar em prol da zona rural. Acreditamos e apoiamos o vereador”, finalizou Jeanne Medeiros, liderança comunitária com atuação no Calembe.

Palpiteiro


Assentado no gabinete e com uma pequena tela de OLED de 6,5” nas mãos por ininterruptas 24 horas com navegação pelo chamado mundo virtual, o governador Flávio Dino (PCdoB) resolveu ensinar o Governo Federal a combater a violência no país.
Para Dino, é um erro focar apenas em leis para a melhoria da Segurança Pública. “A questão central é gestão”.
Correto, e até louvável esse tipo de pensamento, para alguém que comanda uma máquina gigantesca como o Governo do Maranhão.
Mas como gestor, sobretudo na Segurança Pública do estado, Dino se sai como um bom palpiteiro.
A “gestão” comunista na segurança do Maranhão não conseguiu impedir o controle de facções criminosas sobre os presídios, o aumento de 18% da violência contra o idoso em São Luís, o desenfreado número de homicídios em todas as regiões do estado, a violência no campo, as explosões de agências bancárias, e a chacina de jovens da zona rural de São Luís que permanece sem explicações por parte da cúpula de segurança.
Não há nada errado em sugerir propostas para o Governo Federal, seja em qual for a área de atuação. É necessário, contudo, que se cumpra, pelo menos, o dever de casa.
Os desafios são enormes. Aliás, não serão resolvidos por meio de um smartphone.
Controle – O governador Flávio Dino afirmou na última quarta-feira, em entrevista ao Globo News em Ponto, que conseguiu reduzir a violência nos presídios graças à contratação de pessoal.
Na prática, segundo aponta relatório da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos, o que houve foi a divisão de território, dentro dos presídios, para facções criminosas.
Na gestão comunista, são as facções que controlam a rotina dos presídios, sobretudo no Complexo de Pedrinhas, maquiando uma falsa “paz”.
Estado Maior

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

HU-UFMA realiza primeiro transplante ósseo de membro superior no MA

Paciente pode recuperar movimento depois de cirurgia que durou cinco horas
O Serviço de Traumatologia e Ortopedia do Hospital Universitário da UFMA realizou na manhã desta quarta-feira, 16, o primeiro transplante de enxerto ósseo de membro superior do Maranhão. O HU-UFMA, integrante da Rede Ebserh, é credenciado desde 2017 pelo Ministério da Saúde para realizar esse tipo de transplante, mas as oito cirurgias feitas anteriormente foram todas em membros inferiores.
A paciente do sexo feminino, 37, natural de Grajaú, foi submetida ao procedimento por sofrer com uma fratura diafisária de úmero direito. O úmero é um osso longo, localizado no braço e é o maior do membro superior. É dividido em três regiões: a epífase, região da articulação, a metáfase, parte próxima a essa articulação e a diáfase, o meio do osso. A fratura diafisária é nessa região intermediária do osso. A paciente teve esse diagnóstico após sofrer uma queda de moto em 2015.
De lá para cá, foi submetida a tratamento cirúrgico no interior do estado, por cinco vezes, sem sucesso. Já são quase quatro anos sem conseguir utilizar o membro superior, pois o osso estava solto e sentindo muita dor. Como consequência, apresenta quadro de fratura não consolidada com uma soltura da placa.
O ortopedista especialista em cirurgia de ombro e cotovelo do Serviço de Traumatologia e Ortopedia do HU-UFMA, Rodrigo Caetano, que acompanha o caso, explica a escolha pelo transplante nessa paciente. “O motivo pelo qual optamos pelo transplante foi devido à grande perda óssea, decorrente de várias cirurgias que ela já tinha se submetido. A cada cirurgia há a perda de fragmento ósseo, porque sempre que você vai operar, retira-se um pouco do osso que fica desvitalizado até chegar no osso vivo sangrante. Sendo assim, ela já tem uma perda óssea e uma quantidade muito grande de osso desvitalizado”.
Ele acrescenta ainda que, para fazer a cirurgia que durou cerca de cinco horas, tiraram todo o osso desvitalizado que precisou ser preenchido. Havia duas opções, utilizar o osso da própria paciente ou fazer o transplante ósseo. “Quando você utiliza o osso do paciente você tem a desvantagem da lesão na área doadora e também a quantidade de osso disponível, normalmente consegue-se tirar uma quantidade pequena desse enxerto, mas ela vai precisar de uma quantidade grande, então a indicação mais favorável é o transplante ósseo” afirma o ortopedista.
O enxerto de tecido ósseo foi enviado pelo Banco de Tecidos Músculoesqueléticos do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), no Rio de Janeiro. O Banco é o responsável pela captação, processamento e distribuição de osso, tendões e meniscos (cartilagens em forma de C em ambos os lados da articulação do joelho), para a utilização em cirurgias de transplantes na área da ortopedia e odontologia.
A recuperação da paciente depende de vários fatores, como explica o ortopedista. “Ela tem uma lesão muito grave, com alto índice de complicação. A principal é a não consolidação, quando o enxerto não cola no osso, ou a absorção do enxerto, isto é, ele não é integrado e sim absorvido pelo organismo e desaparece ficando o buraco novamente. Esse é o nosso maior receio, mas a expectativa, como ela é jovem e saudável é que tenha consolidação e recupere o movimento do membro sem dor”.
O tempo de recuperação é de seis a doze meses, tomando os devidos cuidados, a exemplo da restrição de pegar peso e fazer força. A previsão é de alta hospitalar em dois dias, iniciando o acompanhando ambulatorial já na próxima semana.
Sobre a Ebserh
Desde janeiro de 2013, o HU-UFMA é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.
O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Por Danielle Morais

Prefeitos ameaçam rachar Famem e criar nova entidade

Sem consenso, prefeitos ameaçam rachar Famem e criar nova entidade
Dezenas de prefeitos maranhenses estudam a formação de uma nova entidade representativa caso não haja consenso em prol dos municípios na disputa pelo comando da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem).
Marcada para acontecer no próximo dia 30, a eleição tem como candidatos o prefeito de Tuntum Cleomar Tema (PSB), que é favorito e busca a reeleição, e o prefeito de Igarapé Grande Erlânio Xavier (PDT).
Segundo prefeitos ouvidos pelo ATUAL7, há uma insatisfação criada devido a articulação de bastidor que vem sendo feita pelo senador eleito Weverton Rocha (PDT) pelo controle da Famem, visando impor força política.
Ainda segundo os gestores, eles temem que, numa eventual Famem comandada com Weverton e sub comandada por Erlânio Xavier, pela forma de trato do primeiro e da inexpressividade do segundo em Brasília, o diálogo aberto pela atual gestão da entidade com o Palácio do Planalto acabe sendo perdido.
Diante da falta de consenso, a única solução para o impasse, dizem, seria rachar a federação e criar uma nova entidade representativa dos municípios.
Apesar da interferência externa apontada pelos prefeitos, Weverton Rocha nega que esteja se intrometendo na eleição para a presidência da Famem.
Por Atual7

Mateus confirma benefício fiscal desde 2015

Presidente do grupo atacadista falou em entrevista que foi beneficiado – além de outras 104 empresas – com o Decreto nº 31.287/15, assinado ainda em 2015 pelo governador Flávio Dino; Maciel deixou o benefício em 2018



Ilson Mateus explicou as diferenças entre as duas leis do governo Flávio Dino, mas confirmou o benefício de 2% de ICMS
O empresário Ilson Mateus, presidente do Grupo Mateus, falou pessoalmente à imprensa, na tarde desta quinta-feira, 17, sobre as suspeitas de favorecimento fiscal às suas empresas no governo Flávio Dino (PCdoB).
Além de fazer um balanço da história do Mateus, Ilson revelou que, desde 2015, seu grupo é beneficiado com cobrança de apenas 2% de ICMS sobre vendas para pessoa jurídica, conforme Decreto nº 31.287/15.
Declarando-se “vítima de desinformação”, o empresário afirmou durante a entrevista que outras 104 empresas também foram beneficiadas pelo decreto, exibindo em telão o nome de algumas.
Com relação à Lei 10.576/17, Mateus garantiu que nenhuma empresa se credenciou aos seus benefícios, a exemplo do que já havia afirmado o secretário de Fazenda, Marcellus Ribeiro.
Como disse o secretário, é uma lei inútil, portanto.

Empresa do grupo Maciel no ramo de atacado também tinha os 2%, mas foi descredenciada em 2018
Mas um dado chamou a atenção durante a coletiva de imprensa.
Segundo a explanação de Ilson Mateus, os Supermercados Maciel também era credenciado para benefícios do Decreto 31.287/15 – por intermédio da empresa Coapro (Comércio Atacadista de Produtos) – mas deixou o benefício em 2018.
Exatamente a partir deste período, o grupo Maciel iniciou uma série de fechamento de lojas em São Luís. (Relembre aqui)
Nenhum dos presentes na coletiva soube explicar por que o Maciel deixou de ser beneficiado com o Decreto nº 31.287/15.
Com a palavra o comandante do grupo, Raimundo Maciel…
Por Marco Aurélio DEça

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Agente da SMTT aplica multas sem causas em motoristas de aplicativos

Vídeo está rolando em grupos das redes sociais e os motoristas estão furiosos com a ação deste agente

O Blog recebeu o vídeo de um motorista de aplicativo que estava indignado com um agente da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes – SMTT, que segundo ele, como afirma em vídeo, o agente “Junior” está aplicando multas indevidas nos motoristas que embarcam e desembarcam passageiros no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado em São Luís.

O vídeo está rolando nos grupos de Whatsapp e os motoristas estão furiosos com a ação deste agente. Indagado o porquê de estar aplicando multas nos motoristas, em tom de deboche, ele afirmou: “Quem multa é o secretário”.

Veja abaixo, o vídeo que circula pelas redes sociais. 
Por Filipe Mota

PRAIA LIMPA: essa é minha praia!

Um mutirão de limpeza e coleta seletiva de lixo está programado para acontecer nos próximos dias 26 e 27, na Praia do Meio, uma das mais movimentadas de São Luís.  A iniciativa integra o projeto “Praia Limpa”, uma das ações do programa SOS Águas do Maranhão, idealizado pelo senador Roberto Rocha, em parceria com o Instituto Cidade Solidária (ICS). As ações estão previstas para acontecerem em todas as praias da capital maranhense.

Além de realizar a coleta do lixo, o objetivo do projeto, também, é conscientizar e sensibilizar os turistas, frequentadores e trabalhadores do comércio como donos de bares, restaurantes e barracas quanto ao uso do descarte irregular de resíduos sólidos e limpeza do litoral ludovicense.
Durante os dois dias do evento, além da distribuição de panfletos educativos, o Praia Limpa vai contar com lixeiras e sacos de material biodegradável para a coleta de lixo no local. Todos os resíduos sólidos recolhidos serão separados, pesados e doados para cooperativas e oficinas de reciclagem que trabalham com a confecção de artesanatos.
As atividades serão executadas por monitores voluntários do curso de Biologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), que conversarão com os banhistas sobre como agir corretamente com o lixo que é gerado nas praias.
Quem quiser se voluntariar para o projeto, a concentração vai ser às 10h, na Praia do Meio. Todos os monitores voluntários irão receber um kit contendo protetor solar, camisa e boné com a identificação da ação.
Por Diego Emir

Flávio Dino, o bipolar


A cada nova manifestação pública sobre a crise econômico-financeira que se abateu sobre o Maranhão na sua gestão, o governador Flávio Dino (PCdoB) dá mais mostras de que não sabe de nada do que fala.
Ou que é bipolar…
Vejamos: em entrevista à Globo News, na manhã de ontem (16), o comunista já disse que acredita em um ano de 2019 de recuperação da economia nacional.
E mais: que essa recuperação já está ocorrendo.
“Então isso é um fenômeno nacional [aumento da pobreza] e eu acredito que com a retomada da economia, o que já está ocorrendo há algum tempo, creio que irá continuar. Independentemente dos fatos próprios da política, acho que nós já temos uma trajetória de retomada da economia, crescimento do PIB e por conseguinte o aumento da arrecadação. Com isso, os governos que desejarem combater a desigualdade, o que é o nosso caso, terão condições melhores”, completou.
A declaração é, novamente, bem diferente de outra dada há menos de um mês.
No final do mês de dezembro, ele pediu ajuda até a Deus para manter as contas em dia no ano de 2019 (reveja).
“Infelizmente as finanças públicas em quase todo o Brasil estão destruídas, por força da prolongada e profunda recessão. Peço a Deus que nos ajude para que em 2019 consigamos manter as nossas contas em condições razoáveis. Tem sido difícil, mas temos lutado muito”, disse.
Segundo ele, além dos cortes de despesas promovidos após as eleições, “Deus proverá” para que não faltem recursos.
“Estamos empenhados em cortar despesas, racionalizar procedimentos e em ajustar receitas, para que consigamos atravessar o ano de 2019, que se afigura difícil e conflituoso. Mas sempre temos muita fé. Deus proverá”, completou.
Por Gilberto Léda