quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Em caso idêntico ao de Flávio Dino, TSE cassa prefeita e vice paulistas…

Eleitas em 2016, em Cajamar, Ana Paula Polotto Ribas e Dalete de Oliveira foram condenadas por usar obras de asfaltamento em promoção das próprias candidaturas, a exemplo do que fez o governador maranhense em Coroatá


Flávio Dino e Márcio Jerry foram tornados inelegíveis e recorreram, em caso que deverá chegar ao TSE
O Tribunal Superior Eleitoral cassou na última terça-feira, 6, os mandatos da prefeita de Cajamar (SP), Ana Paula Polotto Ribas (PSB), e da sua vice, Dalete de Oliveira, por prática de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016.
As duas também foram declaradas inelegíveis por oito anos.
O caso é idêntico ao que levou à declaração da inelegibilidade do governador Flávio Dino (PCdoB), seu auxiliar Márcio Jerry, e do prefeito de Coroatá, Luizinho da Amovelar (PT), e seu vice, Domingos Alberto. (Relembre aqui)
Na decisão referente ao caso paulista, as duas candidatas foram denunciadas por usar obras de asfaltamento em proveito da própria candidatura; e ainda fazer propaganda disso.  (Leia a íntegra aqui)
O caso de Flávio Dino já tem decisão de primeiro grau, e está em grau de recurso ao Tribunal Regional Eleitoral.
Mas também deve chegar ao TSE.
E tem agora uma jurisprudência gerada no mesmo pleito que o condenou…
Por Marco Aurélio DEça

Nenhum comentário:

Postar um comentário