terça-feira, 18 de setembro de 2018

Flávio Dino aumentou dívida do Estado em mais de 40%


Quando a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) contraiu R$ 3,8 bilhões em empréstimos do BNDES, o grupo político ligado ao hoje governador Flávio Dino (PCdoB) endureceu as críticas.
Diziam que a emedebista quebraria o Estado com a medida.
Hoje, cinco anos depois, vem à tona a verdade, via Banco Central.
Segundo dados da instituição, embora tenha tirado aquele empréstimo de R$ 3,8 bilhões, Roseana efetivamente diminuiu o endividamento do Maranhão nos seus últimos quatro anos de governo.
Ela recebeu em 2010 uma dívida de cerca de R$ 4,8 bilhões e entregou o governo com débitos de R$ 3,2 bilhões Ou seja: Roseana promoveu uma redução de R$ 1,6 bilhões no endividamento estadual.
Flávio Dino, então, assumiu com esse patamar de dívidas. E hoje, ainda segundo o BC, tem um estado com dívidas de R$ 4,6 bilhões, 40% a mais.
Por Gilberto Léda

Nenhum comentário:

Postar um comentário