segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Comunistas abalados com a real possibilidade de 2º turno

“Multidão” ao lado de Flávio Dino em São Domingos: nem o recorte ajudou
Os mais recentes resultados das pesquisas Ibope e Escutec para o Governo do Maranhão abalaram a campanha do PCdoB.
Antes certos de que o governador Flávio Dino seria reeleito no 1º turno, os comunistas já perceberam que, na tocada atua, o 2º turno é inevitável.
E o resultado disso pode ser observado em diversas frentes.
De um lado, na mídia eletrônica, foram intensificados os ataques a Maura Jorge (PSL) e Roberto Rocha (PSDB).
O motivo é simples: como as intenções de votos da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) parecem consolidadas, o foco é desgastar o terceiro e o quatro colocados nas pesquisas, evitar seu crescimento e, se possível, diminuir suas intenções de votos.
Uma estratégia para garantir a Dino patamares de “votos válidos” para uma vitória em turno único.
O segundo resultado pode ser observado em campo. E é o mais desalentador para os aliados do Palácio dos Leões.
As passagens de Flávio Dino pelo interior do Maranhão não estão empolgando. Candidatos a deputado – aparentemente sabedores de que haverá dois turnos – não estão dando tudo o que podem em favor do governador, mais preocupados que estão com suas próprias eleições.
Exemplo disso pôde ser visto no feriado, nas passagens de Dino por Colinas, São Domingos do Maranhão e Pinheiro (reveja).
E, faltando menos de um mês para a eleição, o clima de desânimo  pode acabar levando a campanha comunista ladeira abaixo.
Por Gilberto Léda

Nenhum comentário:

Postar um comentário