quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Alexandre Almeida polemiza disputa pelo Senado

O deputado estadual e candidato ao Senado pelo PSDB, Alexandre Almeida, “ateou fogo” na morna disputa eleitoral para as duas vagas do Maranhão ao Senado Federal.
Alexandre Almeida que tem se apresentado na teoria e também na prática com uma postura diferente da maioria dos candidatos (reveja aqui), começou a fazer alguns vídeos onde acaba atingindo os outros candidatos ao Senado.
O primeiro vídeo falava sobre o senador Edison Lobão (MDB), sua longevidade na vida pública e afirmando que o emedebista está sendo investigado, e o segundo sobre o deputado federal e candidato ao Senado pelo PDT, Weverton Rocha.
Os vídeos foram suficientes para polemizar a disputa, principalmente pelo fato do próprio Alexandre Almeida ter ido fazer uma queixa crime contra Lobão Filho.
Entretanto, por conta dos vídeos, algumas teorias da conspiração foram levantadas, pois para alguns Alexandre Almeida estaria a serviço de Sarney Filho (PV). Asseclas do governador Flávio Dino (PCdoB) já levantaram a tese. O Líder do Governo Dino na Assembleia, Rogério Cafeteira, árduo defensor da candidatura de Weverton Rocha, questionou se Alexandre terá a mesma postura crítica com Sarney Filho.
Se alguns acham que Alexandre Almeida estaria a serviço de Sarney Filho, outros chegam a dizer que o mais jovem candidato ao Senado do Maranhão, e um dos mais jovens do Brasil, estaria a serviço de Flávio Dino, como afirmou Joaquim Haickel.
O curioso é que ninguém questionou a veracidade das críticas, pois se forem inverídicas, o candidato está passivo de punições pela Justiça Eleitoral. Além disso, é preciso aguardar os próximos programas de Alexandre Almeida para, somente após isso, fazerem conjecturas sobre a postura do candidato, que até o momento segue saindo do trivial e foi quem polemizou a morna disputa pelo Senado Federal.
Sendo assim, é melhor aguardar e conferir, pois, pelo que tem dito, Alexandre Almeida seguirá na mesma batida até o dia 07 de outubro.
Por Jorge Aragão

Nenhum comentário:

Postar um comentário