quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

LULA EM 1° LUGAR NA PESQUISA APESAR DA CONDENAÇÃO!

Resultado de imagem para lula e bolsonaro


O instituto DATAFOLHA divulgou, nesta quarta-feira (31), a primeira pesquisa eleitoral após a condenação do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT), no TRF-4, na semana passada.
Apesar da condenação, Lula segue liderando todos os cenários apresentados, variando o percentual entre 34% e 37%. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) é o segundo colocado aparece na segunda colocação em todas as simulações feitas com o nome do ex-presidente, variando entre 15% e 18% das intenções de voto. Os demais nomes não conseguiram alcançar dois dígitos nas pesquisas.
Na simulação de um eventual segundo turno, Luiz Inácio Lula da Silva venceria o governador de São Paulo Geraldo Alckmin, com 49% contra 30%. Contra a ex-senadora Marina Silva, a vitória seria por 47% a 32%. Já diante de Jair Bolsonaro, o petista levaria vantagem com 49% ante 32% do adversário.
O Datafolha também apresentou um cenário sem a presença do petista, uma vez que pode ser considerado inelegível pela Justiça Eleitoral. Nessa situação, a liderança é do deputado federal Jair Bolsonaro, que tem seu percentual variando entre 18% e 20%. Marina Silva (REDE) seria a segunda colocada com 13% e seguida de perto por Ciro Gomes (PDT) com 10%, Geraldo Alckmin (PSDB) e o apresentador Luciano Huck, ambos com 8%.
O levantamento foi realizado entre segunda (29) e terça-feira (30). Foram ouvidas 2.826 pessoas em 174 cidades do país. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Do blog do Jorge Aragão

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

SÃO LUÍS PASSA NA REDE GLOBO NACIONAL COM SITUAÇÃO QUE VIROU PESADELO NO MINHA CASA MINHA VIDA

E a investigação que o Ministério Público abriu contra a conduta da construtora Cyrela a respeito de cinco empreendimentos da empresa que foram entregues com problemas estruturais graves, em São Luís, foi destaque no Bom Dia Brasil, na TV Globo. O MP afirma que cerca de quinze mil pessoas podem ter sido lesadas.
Um grande exemplo é o condomínio Vitória São Luís, no bairro da Forquilha, que possui 55 torres e começou a ser entregue em 2013 e logo os problemas apareceram. Foram rachaduras na estrutura, fiação elétrica exposta, e hidrante que não funciona. Também havia tubulação de gás ao lado das luminárias, o que pode causar superaquecimento dos canos e até explosão, segundo os Corpo de Bombeiros. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) chegou a embargar a obra em 2012 porque parte do terreno está em uma área de proteção permanente, mas a obra prosseguiu. No ano passado os moradores encontraram até um jacaré na piscina.
Ano passado, moradores do condomínio Jardins de Provence tiveram que deixar o prédio às pressas porque havia vazamento de gás por falhas no sistema. Depois de dois meses, o Corpo de Bombeiros autorizou o retorno, mas os próprios bombeiros encontraram problemas em nova vistoria.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

JOSÉ SARNEY PODE VOTAR NO MARANHÃO EM 2018!

Ex-senador lidera pesquisas pelo Senado no Amapá, mas pretende transferir o título para participar das eleições maranhenses

Resultado de imagem para jose sarney roseana e sarney filho
Sarney quer dar votos nos filhos Sarney Filho e Roseana nas eleições de outubro
Sem participar de eleições no Maranhão desde a década de 70, o ex-senador José Sarney (MDB) voltou a ser alvo de especulações quanto ao seu voto.
Ele ainda mantém o título de eleitor no estado do Amapá, onde é favorito nas eleições para o Senado; mas, de acordo com o colunista Pergentino Holanda, ele pretende transferir seu domicílio eleitoral para o Maranhão.

– A quem interessar possa: José Sarney ainda não pediu a transferência de seu domicílio eleitoral de Macapá para São Luís. Mas poderá fazê-lo em breve, como antecipou esta coluna – disse PH, em seu caderno de fim de semana, publicado no jornal O EstadoMaranhão.

Sarney quer ter a experiência de votar na filha, no filho e no neto pela primeira vez em muitos anos…


Do blog do Marco D’eça

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

CAMPANHA ANTECIPADA DE FLÁVIO DINO POR TRÁS DO AUMENTO!


Está cada vez mais claro o cunho eleitoreiro que da se por trás do aumento das passagens na grande São Luís-MA.

Criados em 31 de janeiro de 1996, na gestão da prefeita Conceição Andrade, e ampliados tempos depois, pelo então prefeito Tadeu Palácio - PDT, os terminais nunca tiveram cores diferentes das linhas transportes que  os mesmos serviam.

Em atitude ilegal, contrarias ao que diz a Legislação Eleitoral, os Terminais de Integração vem "ganhando" a Cor Vermelha em mais completa apologia ao Partido Comunista do Brasil, por coincidência o partido do Governador e candidato da reeleição o Sr. Flávio Dino e slogan do PROCON, em uma verdadeira propaganda eleitoral.

Não é novidade, que na segunda, dia 22/01/2018 os ludovicenses foram surpreendidos com mais um aumento de passagem, que só na  a gestão do atual Prefeito, Edivaldo Holanda Junior, já é o terceiro aumento que a população de São Luís sofre. Vale ressaltar que a Prefeitura de São Luís ainda tenta eleger Weverton Rocha a Senador da República.

Essas práticas, a do vermelhão tem se tornado comum na gestão comunista do Maranhão, cadê a justiça eleitoral?

A juíza Niedja Fernandes Silva, da Comarca de Santana do Matos, determinou a suspensão dos direitos políticos por três anos do ex-prefeito daquele município, Francisco de Assis Silva, prática de ato de improbidade previsto no artigo 11, I, da Lei n. 8429/92.

O Ministério Público Estadual alegou na ação que o acusado foi eleito prefeito do Município de Santana do Matos, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), no ano de 2004, tendo sido reeleito no ano de 2008. Ao assumir a Prefeitura, passou a utilizar recursos públicos para fazer sua promoção pessoal, quando pintou os prédios públicos nas cores do seu partido, de forma a identificar a sua gestão.


SIGAM ESSE EXEMPLO MARANHÃO.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

A VELHA PRÁTICA DE MANUTENÇÃO COMUNISTA!

Setores da imprensa comunista usaram de um expediente nada republicano para tentar inflar o ego do governador Flávio Dino (PCdoB) após sua participação no evento de entrega de trecho duplicado da BR-135, no Campo de Perizes.
Nada republicano para não dizer quase nazista. Os aliados do governador manipularam um trecho do discurso do ministro Sarney Filho (PV) para fazer parecer que ele rasgou elogios ao comunista.
Na versão governista, Sarney teria dito apenas: “Flávio Dino é um governador democrata. É um governador que tem elevado o nível de participação dos políticos no seu governo”. Não é verdade.
O ministro na verdade fazia um discurso de cobrança do governador, para que ele implante no Maranhão o instituto da emenda impositiva.
E, nesse ponto, a fala completa do ministro foi: “Eu acho que quem quer que seja o governador, ele vai ter que fazer a emenda impositiva para o próximo mandato. Mas como o governador Flávio Dino é um governador democrata, um governador que tem elevado o nível de participação dos políticos no seu governo, eu tenho certeza que essa demonstração, hoje, aqui, concreta, ela vai gerar por parte do governador uma decisão e acredito que seja uma decisão para o fortalecimento da democracia”.
Foi isso o que disse Sarney Filho, sem tirar nem por. O resto, é pura manipulação comunista.
Estado Maior

sábado, 6 de janeiro de 2018

FLÁVIO DINO APÓS FRACASSO MIDIÁTICO ATACA JOSÉ SARNEY!

Mesmo de férias fora do Maranhão, o governador Flávio Dino, pela paixão obcecada pelo sobrenome Sarney, não deixa em momento algum de utilizar as redes sociais, mas tem feito de maneira leviana e com chiliques desnecessários.


Neste sábado (06), Flávio Dino, em pelo menos duas postagens, demonstra uma cara de pau jamais vista antes na política do Maranhão. Quem lê, e não conhece a pessoa e a verdade dos fatos, até realmente acredita nos impropérios escritos pelo comunista.
Inicialmente, Flávio Dino volta a dar chilique reclamando dos números divulgados pelo IBGE e publicado na imprensa nacional, onde afirmam que o PIB do Maranhão caiu 8% dentro da gestão comunista e a pobreza extrema aumentou em 2% no seu governo.
Perceba que ele tergiversa sobre o assunto, mente descaradamente e não assume que a pobreza extrema aumento na sua gestão. Em nenhum momento foi dito que Flávio Dino é o responsável pela pobreza do Maranhão e jamais foi cobrado para que resolvesse esse problema.
O que o comunista está sendo cobrado é que, como prometeu, melhorasse a situação, mas ao contrário disso, ele deixou o problema foi aumentar, afinal foi na sua gestão que a pobreza extrema aumento, segundo dados do IBGE (reveja).
Num segundo momento, Flávio Dino insiste em distorcer o levantamento do G1 Globo. Mente quando diz que o G1 reconheceu que ele está cumprindo 92% das suas promessas. A mentira é tão deslavada que o portal analisou apenas 37 das 65 promessas, logo seria impossível o G1 fazer tal afirmação.
O próprio coordenador do G1 no Maranhão, o jornalista Zeca Soares, em seu blog demonstrou que o governador faltou com a verdade sobre o levantamento (veja aqui).
Infelizmente, mesmo de férias, Flávio Dino ao invés de aproveitar para descansar e curtir a família, prefere ficar mentindo nas redes sociais e a cada dia demonstrar uma paixão avassaladora e preocupante pelo sobrenome Sarney.
Curta as férias governador e minta menos, o Maranhão agradece.
Do blog do Jorge Aragão

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

JOSÉ SARNEY NUNCA IMPEDIU NEM FLÁVIO DINO, VALE A PENA RECORDAR!


O Blog recebeu um vídeo de um pequeno trecho de uma entrevista, do ano de 2014, do ex-presidente da República, José Sarney, ao programa Avesso, na TV Guará.
Na oportunidade, José Sarney afirmava, o que disse recentemente ao negar o suposto veto ao deputado federal Pedro Fernando no Ministério do Trabalho, que jamais vetaria nenhum maranhense para assumir cargo público.
O ex-presidente Sarney disse que teve a oportunidade de vetar o nome de Flávio Dino para a EMBRATUR, ligado ao Ministério do Turismo que era comandado pelo PMDB, mas não fez e que o comunista ainda foi até sua residência agradecer o gesto.
Mas isso Flávio Dino não conta. Veja abaixo o vídeo.
 
Do blog do Jorge Aragão

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

FLÁVIO DINO PASSA CONSTRANGIMENTO NACIONALMENTE

Resultado de imagem para flávio dino
Alguém que integre o governo estadual, seja aliado ou simplesmente adulador, desde que possua um mínimo de pudor deve estar constrangido em ver suas maiores autoridades apanhadas numa situação tão vexatória e infantil.
Falo do descabido festejo a um suposto ranking do site G1, da rede globo, colocando o governador Maranhense como o maior cumpridor de promessas feitas em campanhas eleitorais.
A informação não era verdadeira. Os integrantes do governo, seus aliados, militantes e mesmos jornalistas simpáticos a administração comunista sabiam que a informação era furada – se não sabiam, pior, pois revela total falta de compromisso com o que divulgam.
Pois bem, embora soubessem (ou deveriam saber) que o ranking do G1 não correspondia a verdade trataram elevar a última potência a máxima de Rubens Ricupero – segundo a qual deve-se esconder as coisas ruins e ampliar as boas –, e partiram para a “ocupação” das redes sociais, mídias eletrônicas e impressa para difundir a informação de que o senhor Dino seria o governador mais realizador do Brasil.
Não bastasse secretários, aliados ou aduladores, o próprio governador entrou em campo para difundir a patranha. Um vexame. Não se deram o trabalho sequer de examinar o conteúdo do ranking divulgado.
Se tivessem feito um exame, mesmo superficial, teriam percebido era baseado em apenas 37 propostas de campanha e não nas 65 registradas perante a Justiça Eleitoral e que está à disposição de qualquer um no site no Tribunal Superior Eleitoral, na ferramenta “DivulgaCand”.
O equívoco do site, parece, vem sendo cometido desde a primeira versão da “pesquisa”.
Se tivessem examinado com cuidado teriam percebido que o G1 não apenas suprimira mais de um terço da avaliação quanto deixara de fora propostas feitas em programas de rádio e televisão. Um exemplo: o governador prometeu transformar a MA 006 na rodovia de integração do Maranhão. Quem não sabe essa rodovia vai de Apicum-Açu, no norte, a Alto Parnaíba, no extremo sul do estado, algo em torno de 1.251 km.
Desta rodovia, salvo melhor juízo, asfaltaram o trecho entre Pedro do Rosário e Zé Doca. Não tenho conhecimento de quaisquer outras obras na MA no sentido torná-la a rodovia de integração do estado, por onde deveria circular toda nossa riqueza. Se tivesse tempo, e dinheiro, até tentaria sair de Apicum-Açu para tentar chegar a Alto Parnaíba usando a tal rodovia de integração.
Aliás, de obra de infraestrutura constante do ranking do G1, que é o que realmente onera as contas públicas, apenas uma: garantir o abastecimento de água a todos os maranhenses.
Mesmo esta única proposta na infraestrutura não foi cumprida na totalidade. A falta de água é presente em todo o estado, e mesmo capital padece da falta d’água. Comunidades inteiras, em plena capital, são abastecidas em dias, às vezes em intervalos até maiores. Na capital.
O que dizer dos longínquos povoados ou zona rural?
Nem devemos falar em saneamento básico. Este mesmo é que não existe.
Não entendo se por ingenuidade, má-fé ou mesmo pela pura e simples tolice, tenham dado amplitude e tentado faturar politicamente com o ranking fajuto do G1.
Vejam, quando digo que o ranking é fajuto, não o faço no sentido de desmerecer, mas apenas e tão somente, por entender não tem qualquer lógica você comparar situações distintas: propostas diferentes, pesos diferentes, quantidades diferentes e colocar num ranking. Não é razoável.
Um exemplo: um governador que prometeu mais obras estruturantes e menos medidas de fácil solução, certamente este será mais mal avaliado, pois as condições da economia não tem permitido muitas obras assim, ainda que tenha feitos obras importantes e impactantes para seu estado.
O governo do Maranhão foi avaliado em 37 promessas, das quais segundo o ranking cumpriu 22 (que estão sendo questionadas pela oposição, que afirma que promessas como o “promunicípio” apenas, para citar um exemplo, não existe).
As promessas cumpridas, contando com as questionadas e sem considerar as promessas de palanque, como a MA 006, representa, apenas pouco mais de um terço do que foi registrado no TSE.
Como vamos dizer que isso é mais que o realizado pelo governo de São Paulo, que das 68 promessas avaliadas, já cumpriu, integralmente, 34 promessas, ou seja, metade.
Nessa matemática um terço é mais que metade?
Sem contar que são realizações que estão bem distantes da nossa realidade pelos valores e impactos envolvidos.
E vão dizer: não podemos comparar São Paulo com MARANHÃO. É certo.
Assim como não podemos comparar outras situações.
O que quero dizer com isso é que esse ranking é absolutamente arbitrário e que não poderia ter sido levado a sério por pessoas com um mínimo de discernimento. Pareceu-me algo bem próximo de uma tentativa de imbecilização das pessoas.
Por fim, causa-me estranheza que as autoridades maranhenses tenham tentado “faturar” politicamente com algo tão fácil de ser desmoralizado.
Um constrangimento desnecessário.
Por Abdon Marinho

AS VERDADES SOBRE FLÁVIO DINO

Resultado de imagem para flávio dino
O governador Flávio Dino (PCdoB) e seus principais aliados na imprensa escamoteiam Informações e disseminam nas redes para dar a falsa impressão de que um levantamento do G1, divulgado nesta semana, teria atestado o cumprimento de 92% das promessas de campanha feitas em 2014.
De acordo com o levantamento do portal de notícias nacional, de 37 itens avaliados, o governo já cumpriu totalmente 22 propostas. Outras 12 foram apenas em parte cumpridas e três não foram cumpridas.
“Site de notícias G1 reforça a prestação de contas diária que faço aqui. Com o trabalho disciplinado da nossa equipe, já cumprimos 92% do nosso programa de governo, melhor percentual nacional. E temos muito mais a fazer no futuro, com um novo programa”, apressou-se em comemorar, no Twitter e Facebook, o governador.
O que ele não disse, contudo, é que seu programa de governo, registrado em cartório e entregue ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, no dia 3 de julho de 2014, contém 65 propostas, não apenas 37.
O número exato foi informado pela própria mídia comunista naquela ocasião, com destaque para publicação no Portal Vermelho, site de notícias vinculado ao PCdoB.
“Programa de Governo, registrado […] no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pela Coligação Todos pelo Maranhão, tem 65 pontos bastante claros e objetivos. Eles fazem parte das Propostas para um Maranhão com Desenvolvimento e Justiça Social”, dizia a publicação do site.
Na mesma ocasião, o próprio Flávio Dino comentou a entrega do plano de governo. E também fez questão de pontuar o número de promessas registradas.
“Destaco a mobilização intensa da sociedade em torno das propostas que nós apresentamos. São 65 propostas capazes de impulsionar o novo ciclo de desenvolvimento e justiça social para todos os maranhenses”, disse o agora governador.
De O Estado