quinta-feira, 29 de outubro de 2015

NATALINO SALGADO SE DIZ PREOCUPADO COM O FUTURO DA SAÚDE DEVIDO OS CORTES DE VERBAS NA ÁREA


Por: Diego Emir

Natalino Salgado que segue como reitor da Universidade Federal do Maranhão, fez um alerta preocupante: a saúde do país pode entrar em colapso. A previsão apocalíptica é apontada por conta dos severos cortes que o Sistema Único de Saúde vem sofrendo. Só para este ano ocorreu um corte de R$11,7 bilhões. O professor faz questão de chamar atenção para esse grave momento, pois a UFMA é gestora do melhor e maior Hospital Universitário do país, o Presidente Dutra (HUPD), que conta com três unidades em São Luís.“Estamos com seis meses de atraso do REHUF (Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais). A situação é grave. Estamos prevendo uma crise sistêmica. Na Unifesp cirurgias já estão sendo canceladas”, alertou Natalino Salgado.

O reitor que se encontra em Brasília em busca de recursos para a UFMA, diz temer pela continuidade da oferta de serviços que são feitos com excelência pelas unidades do HUPD, Materno Infantil e HUzinho (Cidade Universitária Dom Delgado).O cenário é tão preocupante que as contas feitas pelo Ministério da Saúde é que o orçamento de 2016 só seja suficiente para manter em funcionamento o Sistema Único de Saúde por apenas 6 meses. Já na saída do ministro Arthur Chioro ele lamentou essa situação preocupante.A crise nos hospitais universitários é uma realidade que está se alastrando por todo o país. As casas hospitalares do Rio de Janeiro e São Paulo são as que vem sofrendo maiores impactos no momento, porém a crise vem colocando praticamente todos os HU´s na UTI da administração pública brasileira.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

VEJA O GABARITO OFICIAL DIVULGADO NESTA QUARTA-FEIRA DAS PROVAS DO ENEM 2015


Por: G1 Maranhão 
O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi divulgado nesta quarta-feira (28) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC).

Confira abaixo:

GABARITO DAS PROVAS DE SÁBADO (24/10)

GABARITO DAS PROVAS DE DOMINGO (25/10)


Os candidatos terão acesso às notas individuais do exame na primeira semana de janeiro. Neste período devem ser lançadas as vagas do Sisu, segundo o MEC.

As provas do Enem foram realizadas em todo o país no sábado (24) e no domingo (25).

Para alguns estudantes, a impressão foi de que a prova foi "a mais difícil da história do exame". O G1 ouviu professores que analisaram a complexidade do Enem e concordam, ao menos em parte, com o sentimento dos candidatos.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

A PROEN ABRE INSCRIÇÕES DO CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NA CARREIRA DE MAGISTÉRIO SUPERIOR NA UFMA


Por: G1 Maranhão
Inscrições em concurso da UFMA vão até novembro
A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) abriu as inscrições para o concurso público de provas e títulos para ingresso na carreira do magistério superior na instituição de ensino. Ao todo, são 14 vagas para professores nas classes adjunto e assistente, em diversas áreas – leia o edital completo do concurso público. As inscrições seguem até o dia 13 de novembro de 2015.

Para os concursos, são aceitas pré-inscrições de candidatos graduados, com pós-graduação stricto sensu doutorado e/ou pós-graduação stricto sensu mestrado. O valor da taxa de pré-inscrição é de R$ 180 para a classe de professor-adjunto e R$ 160 para a classe de assistente, pagas por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU).

Para solicitar pré-inscrição, o candidato deve apresentar os seguintes documentos: requerimento dirigido à subunidade acadêmica promotora do concurso; curriculum vitae no modelo Lattes; documento de identidade; CPF; comprovante de quitação com a obrigação eleitoral; comprovante de quitação com o serviço militar; diploma(s) de graduação acompanhado de histórico escolar; e comprovante de pagamento da GRU.

Para professor-adjunto nível 1 (doutor) com regime de dedicação exclusiva, a remuneração inicial, com vencimento básico e retribuição por titulação, é de R$ 8.639,50. No caso do professor-adjunto nível 1 (doutor) com regime de trabalho de 20 horas, a remuneração é de R$ 2.983,59. Já para professor assistente nível 1 (mestre), com regime de dedicação exclusiva, a remuneração é de R$ 5.945,98.

O concurso terá provas escrita, didática e prática; projeto de pesquisa; e julgamento de títulos, de caráter classificatório.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

EM FÓRUM DE SEGURANÇA ALIMENTAR, PREFEITO EDIVALDO ANUNCIA IMPLANTAÇÃO DE BANCO DE ALIMENTOS


Por: Agência São Luís
 
O município de São Luís vai ganhar um Banco de Alimentos no primeiro semestre do próximo ano. O anúncio foi feito pelo prefeito Edivaldo, neste sábado (24), durante abertura do III Fórum de Segurança Alimentar e Nutricional para Sustentabilidade de São Luís. Promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), desde o primeiro ano da administração do prefeito Edivaldo, a edição 2015 do fórum contou com a participação do representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) no Brasil, Gustavo Chianca.

Com o tema "Proteção Social e Agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural", o fórum reuniu no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), no bairro da Cohama, agricultores, educadores, estudantes, representante do Conselho Regional de Nutricionistas, Gustavo Monteiro; do conselho Regional de Segurança Alimentar, Iraelson Ferreira; secretários do município como a titular da Semcas, Andreia Lauande, e o secretário de governo em exercício, Milton Calado, prestigiaram o evento.

O Banco de alimentos vai contribuir para redução do desperdício de alimentos na capital maranhense, a partir da utilização de produtos descartados pelos centros de distribuição, como Ceasa, por exemplo, e supermercados. "O banco vai utilizar os produtos avariados que o cliente rejeita pela aparência, mas ainda com toda garantia de qualidade e potencialidade nutricional", explicou o prefeito Edivaldo.

O prefeito Edvaldo ressaltou a importância do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), implantado em maio deste ano pela Prefeitura de São Luís para a redução da fome no maior município do estado. A produção adquirida é distribuída para as redes escolar e hospitalar do município, além das famílias beneficiárias no Programa Bolsa Família pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas).

"Temos tido uma experiência muito importante no município com o Programa de Aquisição de Alimentos, em parceria com o governo federal e estadual. Hoje o produtor rural de São Luís tem para quem vender sua produção. É a Prefeitura aquecendo a economia da zona rural", disse o prefeito.

 

COMBATE À FOME

O representante da FAO, Gustavo Chianca, destacou a proteção social como importante para o combate à fome, por apoiar o desenvolvimento local por meio de programas de compra direta, política de salário mínimo, entre outras iniciativas. "É uma série de coisas que fazem com que essas populações tenham melhores condições para produzir e ter renda. São necessários conhecimentos e tecnologia, além de programas que aumentem o incentivo de irrigação para que as pessoas possam produzir rapidamente", disse Chianca.

Segundo a secretária de Segurança Alimentar do município, Fátima Ribeiro, a terceira edição do fórum - além de divulgar a política de segurança alimentar - contribuirá para conscientizar replicadores sobre a importância da alimentação saudável. O evento faz parte da estratégia da FAO em todos os países de atuação da ONU.

A superação das dificuldades foi apontada pela representante dos agricultores rurais de São Luís, Maria de Jesus Gomes, a "Rochinha". "Estamos tendo a primeiro oportunidade de sermos beneficiados. Está acontecendo uma mudança da qualidade de vida. Hoje temos o produto e sabemos para quem vamos vendê-los. Essa era uma das dificuldades enormes que encontrávamos", afirmou.

DESAFIOS DO SÉCULO

A construção do Plano e o funcionamento pleno da Câmara Técnica (Caisam) muito contribuíram para que o município de São Luís ganhasse reconhecimento da ONU por atingir uma das metas dos Desafios do Século. Após o cumprimento dos marcos legais, a secretária Fátima Ribeiro acredita que as realizações de projetos e programas consolidem as políticas para o setor.

A inauguração da primeira cozinha na Vila Cascavel, região considerada uma das mais pobres do município, com fornecimento de alimentação para mais de 200 pessoas por dia foi citada pela secretária de Segurança Alimentar como estratégia de redução da fome na capital maranhense.