quinta-feira, 23 de abril de 2015

DÓLAR FECHA ABAIXO DE R$ 3 PELA 1ª VEZ DESDE O INÍCIO DE MARÇO

Por: G1
O dólar fechou em queda pelo terceiro pregão seguido nesta quinta-feira (23), terminando a sessão abaixo de R$ 3 depois de quase 2 meses sendo negociado acima deste piso.
A moeda norte-americana recuou 0,89%, cotada a R$ 2,9816 na venda. A última vez que o dólar tinha fechado abaixo dos R$ 3 foi em 4 de março (R$ 2,9807). 
Segundo a agência de notícias Reuters, a queda do dólar no mercado internacional ajudou a intensificar a desvalorização ante o real, que vinha encontrando dificuldade para se manter abaixo dos R$ 3.
Queda de mais de 6% no mês
No mês de abril, o dólar acumula queda de 6,56%. No ano, entretanto, a valorização ainda é de 12,15%.
Segundo dados da BM&FBovespa, o giro financeiro ficou em torno de R$ 1,3 bilhão.
Na abertura do pregão, o dólar chegou a subir, repercurtindo o resultado do balanço auditado da Petrobras, que mostrou prejuízo de R$ 21,6 bilhões em 2014, afetado por perdas de R$ 6,2 bilhões por corrupção e queda em mais de R$ 44 bilhões no valor de seus ativos.
Analistas destacaram negativamente dados relacionados ao endividamento da estatal e perspectivas quanto ao fluxo de caixa, bem como o anúncio de não pagamento de dividendos, embora tenham considerado que a divulgação dos resultados auditados traz um "alívio".
"Não dá para achar que está tudo resolvido só porque divulgou o balanço. Isso não está abrindo uma janela de oportunidade para emissão", disse a Reuters o estrategista de renda fixa da Coinvalores, Paulo Celso Nepomuceno.
Nesta manhã, o BC brasileiro vendeu a oferta integral de até 10,6 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em 4 de maio, equivalentes a US$ 10,115 bilhões. Até o momento,  a autoridade monetária já rolou cerca de 76% do lote total.

Nenhum comentário:

Postar um comentário