terça-feira, 18 de novembro de 2014

OS ACERTOS DA GESTÃO MUNICIPAL DE SAÚDE! VAMOS DAR A CESAR O QUE É DE CESAR!

Avanço na Saúde

EdivaldoJr
O prefeito Edivaldo entregou, nesta segunda-feira (17), o Centro de Saúde Genésio Ramos Filho, no bairro da Cohab. A unidade é a sexta a ser entregue totalmente reformada e ampliada pela Prefeitura de São Luís em três meses. A ação integra o Projeto Municipal de Qualificação, Articulação e Fortalecimento da Atenção Básica, desenvolvido pela Secretaria de Saúde (Semus), e contemplará ao todo 14 unidades da rede municipal.
Acompanhado da primeira-dama Camila Vasconcelos, o prefeito Edivaldo destacou os avanços contabilizados no atendimento à atenção básica. “Esse é mais um passo importante que damos dentro da nossa meta de tornar o sistema de saúde municipal cada vez melhor, eficiente, humanizado e capaz de alcançar um número cada vez maior de pessoas que necessitam da nossa atenção”, declarou.
Com a reforma, a unidade – que atende aproximadamente 1,2 mil pessoas por mês – dobrará a capacidade de atendimentos, que serão ampliados com quatro equipes do Programa Saúde da Família (PSF) e por uma equipe de serviços odontológicos. A unidade disponibilizará serviços de clínica médica e acompanhamento pré-natal.
Além dos sete consultórios agora totalmente reformados e climatizados, as obras na unidade contemplaram também a instalação de rampas de acesso para pessoas com limitações físicas, banheiros específicos para deficientes físicos, climatização de todos os espaços, troca de instalações elétricas e hidráulicas, sinalização das salas, pintura, além da aquisição de materiais, dentre outros serviços. Com a reforma, o Genésio Ramos Filho também oferecerá à comunidade o serviço do teste do pezinho e, nos próximos meses, os testes da linguinha e da orelhinha.
EdivaldoHolandaJunior
A nova unidade conta ainda com uma ampla sala de vivência para expansão do serviço de acolhimento à pessoa idosa, e recuperação dos espaços para vacinação, entrega de medicamentos (Farmácia Básica) e nebulização.
Segundo a titular da Semus, Helena Duailibe, a reorganização do modelo de saúde é uma estratégia de melhoria da medicina preventiva. “É nas unidades básicas que prestamos o atendimento primário. É aqui que as pessoas procuram para tratar suas diabetes, controlar sua pressão arterial, tomar suas vacinas. Reforçando a medicina preventiva, evitamos consideravelmente as internações e os agravamentos de doenças”, explicou Helena Duailibe.
Após descerrar a placa de reinauguração, o prefeito enfatizou que as melhorias nas unidades básicas estão sendo acompanhadas por uma série de outras medidas, para reestruturação do atendimento na capital, a exemplo dos serviços de reforma e ampliação do Hospital da Criança e dos Socorrões I e II.
Edivaldo destacou ainda as parcerias efetivas que o município fará com o próximo governo do estado em favor da saúde municipal. “Pela primeira vez, teremos um governador amigo da cidade, governando de mãos dadas conosco, e isso nos dá ótimas perspectivas de firmarmos parcerias importantes pelo bem dos cidadãos ludovicenses”, frisou o prefeito.
A solenidade de entrega do Centro de Saúde Genésio Ramos Filho, foi acompanhada pelo vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB), além dos secretários municipais José Cursino (Planejamento), Andréia Lauande (Criança e Assistência Social) e Robson Paz (Comunicação).
Fotos: Honório Moreira

terça-feira, 11 de novembro de 2014

QUEM VAI PAGAR A CONTA??? SABE DE NADA INOCENTE!!!

Campanha de Flávio Dino deixa dívida de quase 1 milhão 


POR   CAMARÃO SECO





As informações são da Justiça Eleitoral, reproduzidas pelo jornal Folha de São Paulo: o governador eleito Flávio Dino (PCdoB) contraiu uma dívida de quase 1 milhão de reais em sua campanha eleitoral, cerca de 940 mil reais. Oficialmente, Dino arrecadou mais de R$ 8 milhões na campanha eleitoral deste ano, mas gastou mais de R$ 9 milhões.
Dados do Comitê Financeiro do próprio PCdoB mostram uma arrecadação de R$ 3,7 milhões e o dobro de gastos na campanha, cerca de R$ 6,5 milhões. A notícia não é novidade para quem conhece as engrenagens dos mecanismos eleitoreiros. A campanha do comunista também repetiu a mesma fórmula usada pela classe política para se eleger, sendo tão capitalista quanto a de qualquer outro político brasileiro.
Marqueteiros costumam cobram alguns milhões de reais para fazer a propaganda no rádio e na TV e advogados, como se sabe, não trabalham exatamente por amor à causa ou à ideologia – menos ainda a comunista. No clássico O Poderoso Chefão, filme de Copolla, está registrada a frase de fina ironia: “Um advogado com uma pasta pode roubar mais que 1000 homens armados”.
A fatura das campanhas eleitorais costuma chegar, pontualmente, depois que o candidato é eleito. São cargos e outras “formas de pagamento” menos dignas dos mandatários eleitos. E a cobrança mais alta vem a longo prazo, feita pela população, lesada em obras e outras ações de Governo.
Flávio Dino se elegeu com o discurso de “moralização”, prometendo ”tirar o Maranhão das páginas policiais”. Mas para chegar ao Palácio dos Leões  recebeu mais de R$ 3 milhões da Construtora OAS, suspeita de pagar propina a políticos e superfaturar obras da Petrobras Foram exatos R$ 3.110.416,66, correspondentes a mais de 51% do total de doações da segunda parcial da prestação de contas. Recebeu ainda R$ 833.948,73, da Parnaíba Gás Natural; R$ 590.000, da Mineração Corumbaense Reunida S/A e R$ 150.000,00 da
Facema, faculdade cujo proprietário é o ex-prefeito de Caxias, deputado eleito, Humberto Coutinho e muitas outras.
Excetuando-se este último, aliado de longa data de Dino, grandes empresas não têm o costume de fazer atos de bondade, em especial para a classe política. Nenhum empresário sacaria 3 milhões de suas contas para ser gentil com um candidato. Doações de campanha têm outro nome para quem doa: investimento.
Uma coisa é atirar pedras. Outra coisa é ser vidraça.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

MÁ GESTÃO É MAL DE FAMILIA! LUIS ROCHA FILHO, O TAL PREFEITO DE BALSAS É PROVA CONCRETA DESSA TEORIA!!

Pra comprovar a piora da Gestão Rocha, mais uma peripércia do então mal fadado PREFEITO DE BALSAS- MA.

Então "VAMOS À PRAIA"...


POR NETO FERREIRA

Rochinha deve responder na justiça por colocar ônibus escolares de Balsas para passeio na Litorânea.Veículo pago pelo Governo Federal é utilizado de forma irregulsr na administração de Rochinha.

O prefeito da cidade de Balsas, Luis Rocha Filho, o Rochinha (PSD), deve responde na Justiça pelo indevido uso do ônibus escolares com a identificação do programa Caminho da Escola, do governo federal, para promover passeio turístico na orla de São Luís.
O blog do Neto Ferreira teve acesso a um vídeo que flagrou o uso de não somente um, mas pelos menos três ônibus destinado para educação. As imagens mostram os veículos com a identificação da Prefeitura de Balsas, parado em uma das vias mais movimentadas da capital, a Avenida Litorânea.
Autarquia do Ministério da Educação, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), é a responsável pelo programa Caminho da Escola que fez parceria com o Governo do Maranhão em 2014 e gastou R$ 44,6 milhões doando as prefeituras 203 ônibus.

A inrresponsabilidade e ausência de moralidade de Rochinha deve desencadear em investigação do Ministério da Educação devido afronta as normas do FNDE, que proíbe a utilização do ônibus em qualquer forma de uso que não seja voltado ao sistema educacional do município.