quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Prefeito Eduardo Braide se reúne com representantes de instituições da iniciativa privada e do terceiro setor para ampliar parcerias na educação


O prefeito Eduardo Braide participou, na manhã desta quinta-feira (16), de reunião com representantes da Fundação Vale, Fundação Getúlio Vargas (FGV), Instituto Ayrton Senna, Instituto Alcoa e da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que têm parcerias com a Prefeitura de São Luís na área da educação. O objetivo do encontro foi promover o intercâmbio entre os projetos desenvolvidos, ampliar as ações já em andamento e dialogar sobre novas propostas para fortalecer as políticas educacionais desenvolvidas pelo município. A reunião aconteceu na sede da Escola de Governo e Gestão Municipal (EGGEM). 

“Nestes nove meses em que estou à frente da Prefeitura de São Luís garanto que os desafios que temos na educação durante este momento de pandemia são tão grandes quanto os da área da saúde. Claro que na saúde tivemos que agir de forma mais urgente e imediata. Na educação o desafio é retomar a vivência escolar após mais de um ano de escolas fechadas, ofertando ambiente seguro e acolhedor para os nossos professores e alunos”, disse o prefeito Eduardo Braide. 


O prefeito também ressaltou a importância das parcerias com as instituições neste momento de retomada das aulas presenciais e frente aos desafios da educação com a pandemia. “Temos hoje mais de 30 escolas passando por reforma, requalificação e estamos retomando as aulas presenciais em um novo formato. Mas para garantir isso não bastam os investimentos da Prefeitura. É fundamental também trabalhar em conjunto com a iniciativa privada e com o terceiro setor, que nos permite chegar onde ainda temos dificuldade. Por isso, agradeço a cada um de vocês que atenderam ao nosso chamado hoje e pelas parcerias já realizadas e que têm melhorando, e muito, a qualidade do nosso ensino”, afirmou. 

Atualmente, a Prefeitura de São Luís desenvolve parcerias com cada uma destas instituições e que beneficiam milhares de alunos e centenas de professores da rede municipal. “Queremos, por meio deste encontro de hoje, conhecer melhor e compartilhar todas as ações já em andamento e iniciar diálogos para a expansão e implantação de novos projetos a partir de 2022, garantindo uma educação cada vez melhor para os nossos estudantes. Entendemos que todas estas ações se complementam, por isso, é fundamental este intercâmbio”, afirmou o secretário Municipal de Educação, Marco Moura. 

Trilhos da Alfabetização

Entre estas parcerias está o projeto Trilhos da Alfabetização, realizado com as fundações Vale e Getúlio Vargas. O projeto consiste em formações de professores, gestores e técnicos, com acompanhamento pedagógico das salas de aula e gerenciamento. O objetivo é ampliar as possibilidades de alfabetização e promover a melhoria da aprendizagem das crianças dos três primeiros anos do Ensino Fundamental. 

A gerente de Relações Institucionais da Vale no Maranhão, Giselly Pinto, frisou o empenho da gestão municipal no desenvolvimento do projeto. “Asseguro que o sucesso desta parceria é fruto da dedicação das equipes técnicas da Prefeitura de São Luís. Graças a isso, vamos elevar os níveis de proficiência das crianças, proporcionando desenvolvimento e educação de qualidade”, comentou. 

José Henrique Paim, diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da FGV, afirmou que os diálogos iniciados na reunião de hoje vai fortalecer as atividades em 2022. “Precisamos garantir que as crianças se sintam mais próximas das escolas. Para isso é fundamental fazer todos os agendamentos necessários com antecedência para garantir que os projetos caminhem de forma eficaz. Este trabalho iniciado a partir desta reunião de hoje vai nos permitir isso”, disse. 

Programa de Educação Integral e Desenvolvimento Socioemocional

Os efeitos da pandemia da Covid-19 estão muito além do agravamento da crise econômica. As sequelas emocionais também comprometem o bom desempenho escolar, por isso, é preciso desenvolver ações que garantam a saúde emocional dos estudantes. Em São Luís, entre as ações na área estão as desenvolvidas por meio do Programa de Educação Integral e Desenvolvimento Socioemocional, realizado em parceria com o Instituto Ayrton Senna por meio da 3GEN Consultoria Empresarial. 

O projeto promove o desenvolvimento pleno do estudante, por meio do autoconhecimento, da reflexão e da busca por desenvolver de forma integral aspectos cognitivos e socioemocionais, tais como: comunicação, criatividade, pensamento crítico e científico, empatia, comunicação etc. 

O vice-presidente de Relações Institucionais e Expansão do Instituto Ayrton Senna, Roberto Campos Lima, ressaltou que a agenda educacional é complexa, por isso, precisa ser planejada a longo prazo. “As estimativas mostram que os efeitos da pandemia e o fechamento recorde das escolas no Brasil vão fazer nossa educação regredir ao patamar de 10 anos atrás, que já não era o ideal. Mais do que nunca precisamos de gestores públicos que levem à sério a educação e invistam em políticas que permitam a universalização do acesso ao ensino básico. Temos percebido isto aqui em São Luís”, afirmou.


Programa Ecoa Gestão e Formação

Fortalecer o aprendizado dos componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática são de suma importância para que o estudante possa ter um desenvolvimento adequado na vida escolar. Há dois anos uma parceria da Prefeitura de São Luís com o Instituto Alcoa tem trabalhado estas habilidades por meio do Programa Ecoa Gestão e Formação. 

Realizado em parceria com o Interação Urbana, o programa propõe o planejamento estratégico, formação em gestão escolar, avaliativa e aprendizagem, práticas de ensino da língua portuguesa e práticas de ensino da matemática, fortalecendo a gestão da Secretaria Municipal de Educação e das unidades escolares em São Luís. 

Joana Burgos, Supervisora de Relações Institucionais da Alumar, observou que a reunião desta quinta-feira (16), onde todos os parceiros puderam conhecer as diversas ações em desenvolvimento, vai fortalecer o trabalho realizado. “Temos trabalhado em parceria com a Semed há dois anos neste programa e a forma como a secretaria vem conduzindo as ações tem sido fundamental para os bons resultados. Esta iniciativa de hoje é outro momento importante porque nos dá a oportunidade de conhecer todo o trabalho que a Prefeitura executa na área. Com isso podemos trocar experiências que nos permitam melhorar nossas ações”, avaliou. 

Projeto Infraero&Escola

Outra parceria importante é a desenvolvida há 20 anos com a Infraero que permite acesso aos alunos da Escola Délio Jardim de Matos a atividades extracurriculares na área da educação, do treinamento profissional, da prática de esporte e da promoção da cidadania por meio da cessão do espaço que integra o complexo do Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado. 

Durante a reunião, Marcelo Frazão Angelim, superintendente do Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado, relatou algumas experiências positivas obtidas ao longo destes 20 anos de trabalho. “Hoje temos ex-alunos da escola em funções elevadas das operações do aeroporto e na Aeronáutica. Esta é a prova que investir em educação de qualidade transforma vidas”, disse. 

Todos estes projetos agregam inovação e boas práticas ao ensino municipal de São Luís, reforçando as atividades educacionais e o ensino-aprendizagem dos estudantes, e auxiliam gestores escolares, professores e equipes da educação com novas práticas para o avanço da educação.

Fonte: Prefeitura de São Luís

Equatorial Maranhão traz de volta campanha para negociação de dívidas

Serão disponibilizadas diversas condições especiais para os clientes quitarem seus débitos com a distribuidora

A Equatorial Energia Maranhão iniciou esta semana, mais uma edição da campanha de negociação de dívidas, que oferece condições especiais de pagamento aos clientes em todo o estado. A campanha conta com ações exclusivas para facilitar a quitação de dívidas, à vista ou parcelada, aos consumidores que estão com dificuldades para manter as contas de energia em dia. As regras de negociação são válidas até o dia 30 de outubro para os consumidores da classe residencial.

A campanha de negociação chega em um momento especial. Setembro é o mês em que se comemora o dia do cliente (15/09), por isso foi escolhido para levar essas facilidades, que permitirão aos clientes pagarem os débitos acumulados à vista ou parcelar no cartão de crédito, com redução de juros, multas, correção monetária, entre outras alternativas. Em caso de parcelamento, o cliente poderá ter opção de dar entrada a partir de 10% do valor do débito, a depender do total da dívida e do tipo da negociação que o cliente escolher.

As novas condições para pagamento disponibilizadas pela Equatorial têm como objetivo auxiliar o cliente que ainda sofre com os impactos econômicos, em decorrência do período da pandemia e acabou acumulando as contas de energia. “Sabemos que não é um momento fácil, pois desde o início da pandemia, no ano passado, muitas pessoas tiveram sua renda atingida. Por isso, nós da Equatorial Maranhão trouxemos de volta esta grande oportunidade de negociação de débitos aos clientes residenciais. São condições facilitadas de parcelamento para que todos possam ficar em dia e continuar usufruindo de um fornecimento de energia regular”, destacou Mirelly Carvalho, Gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão.

Como aderir às negociações facilitadas

cliente residencial poderá parcelar seus débitos acumulados conforme a quantidade de faturas em aberto e a faixa de consumo de cada unidade consumidora. As negociações podem ser feitas até o dia 30 de outubro, por meio dos seguintes canais:

  1. Site: acessando o www.equatorialenergia.com.br o cliente tem duas opções:

Pagar com cartão” – modalidade que permiteparcelar débitos no cartão de crédito, com isenção de juros, multas e correção (haverá cobrança da taxa do cartão)e a opção“Parcelar débitos” –  onde o cliente poderá negociar na própria conta de energia, com redução de juros, multas e correção;

  1. Central de Atendimento Exclusivo: o titular da conta pode ligar no 0800 098 2997, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e, aos sábados, das 8h às 14h, e solicitar a negociação com um dos atendentes;
  1. Presencialmente: o titular da conta pode buscar um dos pontos de atendimento presencial da Equatorial Maranhão para realizar a negociação. Basta levar seus documentos pessoais, a conta de energia e o cartão de crédito/débito caso queria utilizar essa modalidade de pagamento.

Além dessas opções, a Equatorial Maranhão também está presente na campanha Dívida Zero do Procon, com atendimento presencial nos Shoppings da Ilha e Pátio Norte, em São Luís, de Segunda a Sexta-feira das 12h às 20h, durante todo o mês de setembro.

Fonte: Daniel Matos

Foi determinado por Flávio Dino mais um reajuste no preço dos combustíveis

Durante a sessão plenária desta quarta-feira (15), o deputado estadual Wellington do Curso utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para se posicionar sobre mais um reajuste no preço médio ponderado ao consumidor final de combustíveis no Maranhão. O reajuste está previsto no Ato COTEPE PMPF n° 34/2021 e começará a vigorar a partir de amanhã (16).

Ao expor os fatos, o deputado Wellington citou que o valor da gasolina passou de R$ 5,71 (Ato CONTEPE n° 32/2021, de 09/09/21) e foi retificado no Ato CONTEPE n° 34/2021, de 13/09/21, para R$ 5,92, o que certamente prejudicará mais ainda os consumidores maranhenses.

“A partir de amanhã, dia 16, a população passará a sentir no bolso mais um reajuste no preço médio ponderado ao consumidor final. É o que assegura o Ato COTEPE n° 34/2021, em que o Governo do Estado reajusta o preço, que passa de R$ 5,71 para R$ 5,92. Mais um aumento no preço dos combustíveis e a culpa é do governador Flávio Dino. Desde maio de 2021, oficiei a Secretária da Fazenda para explicar a razão de tantos reajustes. Até hoje nenhuma resposta. Estou avaliando a possibilidades de judicializar par, então, saber o motivo de tanto reajuste. Em meio à crise econômica, o governador poderia maneirar nessa ânsia de arrecadar que tem acabado com os maranhenses”, afirmou o deputado.

RELEMBRE:
Em 25 de maio de 2021, o deputado Wellington oficiou o Secretário de Fazenda do Estado para que explique os sucessivos reajustes realizados no Preço Médio ao Consumidor Final, mas até o presente momento nenhuma resposta foi encaminhada à Assembleia Legislativa do Maranhão. Vamos fazer a denúncia ao Ministério Público.

Fonte: imaranhão360